Corante traçante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Corante traçante é corante que se aplica para o acompanhamento e rastreamento de um fluxo e suas ramificações adicionado ao líquido em questão. O objetivo do rastreio pode ser uma análise do fluxo em si, do transporte de algo pelo fluxo ou dos objetos que transmitem o fluxo. É uma evolução do antigo método de bóias de rastreamento, que basicamente consiste em lançar um objeto flutuante em um fluxo de água para ver até onde vai ou onde emerge.[1]

Exemplos de corantes usados para rastreio de fluxos são a rodamina B e a fluoresceína, pelo seu baixo custo, fácil disponibilidade no comércio e sua fluorescência.[2] São também usados os corantes isotiocianato de fluoresceína, a rodamina WT, as eosinas e o azul Evans.[3] [4]

Referências

  1. Jacques W. Delleur; The Handbook of Groundwater Engineering; CRC Press, 2010.
  2. Catarina Luíza Mariani Pereira; Avaliação de turfa em barreira reativa permeável para a remediação de meios porosos contaminados com naftaleno e TEX; Tese, UFES/ENGENHARIA AMBIENTAL, 2009. - www.dominiopublico.gov.br
  3. Láuris Lucia da Silva, et al; Traçadores: o uso de agentes químicos para estudos hidrológicos, ambientais, petroquímicos e biológicos; Quím. Nova vol.32 no.6 São Paulo 2009.
  4. P. L. Smart, I. M. S. Laidlaw; An evaluation of some fluorescent dyes for water tracing; Water Resour. Res. Volume 13, Issue 1, February 1977, Pages 15–33.