Cordeliers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo Clube dos Cordeliers ou outros significados, veja Cordeliers (desambiguação).
Antigo Convento dos Cordeliers de Paris em 1793

Cordeliers eram os franciscanos estabelecidos na França. Este nome teria sido atribuído por Jean de Beaufort quando da Sétima Cruzada. Esta denominação remonta a São Luís. Durante a Cruzada de 1250, o rei, tendo notado um grupo de religiosos bastante combativos contra os sarracenos, perguntou seu nome ; responderam-lhe tratar-se dos « de cordes liés » (de corda amarrada (em português)). Com efeito, estes monges usavam sobre seu manto marrom ou cinza uma corda grossa, com nós espaçados, que caia até quase seus pés, e um capuchino curto e arredondado. Eles pertenciam à Ordem dos Irmãos Menores, chamados ainda Franciscanos, fundada por São Francisco de Assis, e confirmada pelo Papa Honório III em 1223.[1]

Em 1789, nos primórdios da Revolução Francesa, os Cordeliers possuíam 284 conventos que foram fechados em 1790.

Esta ordem deu o nome ao Clube dos Cordeliers, em referência à capela do Convento dos Cordeliers de Paris, onde o clube se reunia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.