Saltar para o conteúdo

Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Corpo de Bombeiros Militar
do Estado do Amazonas

Brasão do CBMAM
País  Brasil
Estado  Amazonas
Corporação Bombeiro Militar
Subordinação Governador do Estado do Amazonas
Missão Bombeiro Militar
Sigla CBMAM
Criação 11 de julho de 1876 (148 anos)
Aniversários 11 de julho

26 de novembro

Patrono Imperador D.Pedro II
Marcha Hino do Soldado do Fogo
Lema Vida alheias e riquezas salvar
Grito de Guerra Fogo!
Cores Vermelho e Amarelo
Logística
Efetivo 1 080 militares (2022)[1]
Comando
Comandante Orleilso Ximenez Muniz
Sede
Comando Geral [[Manaus]|Amazonas]
Página oficial Página Oficial

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM) é uma Corporação cuja principal missão consiste na execução de atividades de Defesa Civil, Prevenção e Combate a Incêndios, Buscas, Salvamentos e Socorros Públicos no âmbito do Estado do Amazonas.É Força Auxiliar e Reserva do Exército Brasileiro, e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Brasil. Seus integrantes são denominados Militares dos Estados pela Constituição Federal de 1988, assim como os membros da Polícia Militar do Estado do Amazonas.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Corpo de Bombeiros do Amazonas foi oficialmente criado em 1876, pela Portaria Provincial n° 268, de 11 de Julho. Com a Proclamação da República registra-se a proposta do então Governador do Estado, Coronel Gregório Thaumaturgo de Azevedo, para a substituição do Batalhão Militar de Polícia (atual PMAM) por uma Guarda Republicana. Cita o documento: a "Companhia de Bombeiros deverá ter organização especial, separada da Guarda Republicana, e, além do serviço de extinção de incêndios que lhe compete por sua organização, se incumbirá como Corpo de Artífices de trabalhos públicos feitos de forma administrativa na Capital".

O Decreto n° 12, de 15 de dezembro de 1892, aprovou o Regulamento da Companhia de Bombeiros do Estado.

Atualmente conta com 1.079 Bombeiros Militares em todo o Estado do Amazonas.

Em 26 de novembro de 1998, a partir da Emenda Constitucional nº 31 à Constituição do Estado do Amazonas o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas tornou-se independente da Polícia Militar, passando à categoria de órgão autônomo integrante do Sistema de Segurança Pública Estadual.

Referências

  1. «Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2022» (PDF). Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Anuário Brasileiro de Segurança Pública (16): 462, 512, 513. 2022. ISSN 1983-7364. Consultado em 7 de dezembro de 2022 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.