Corpos Celestes (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corpos Celestes
 Brasil
2011 •  cor •  91 min 
Direção Marcos Jorge e Fernando Severo
Produção Cláudia da Natividade
Roteiro Carlos Eduardo de Magalhães
Marcos Jorge
Mario Lopes
Fernando Severo
Elenco Dalton Vigh
Rodrigo Cornelsen
Phil Miler
Alexandre Nero
Género romance, drama
Lançamento Brasil 11 de março de 2011
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Corpos Celestes (em inglês: The Sky We Were Born Under) é um filme brasileiro lançado em 2011 do gênero drama/romance. O filme é um longa-metragem com direção de Marcos Jorge e Fernando Severo, e conta com a atuação de Dalton Vigh[1].

Ambientado no estado do Paraná (interior e capital), a produção foi rodada em cidade como Castro e Curitiba no ano de 2009 e seu lançamento ocorreu, simultaneamente, em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba no dia 11 de março de 2011[1][2].

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme conta a história de um filho de caminhoneiro, Chiquinho (Rodrigo Cornelsen - em sua primeira parte) que é curioso e inquieto e ao encontrar um piloto e astrônomo norte-americano, esta criança começa a questionar a sua vida e a projetar seu futuro. Na segunda parte do filme, temos um Francisco (Dalton Vigh) austero e rígido como professor (em sua fase adulta), que revê o seu passado em alguns momentos de desordem e em meio a um romance platônico com Diana (Carolina Holanda)[1].

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Produzido por Cláudia da Natividade (Zencrane Filmes), o filme foi gravado em locação no estado do Paraná[3].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Uma vida nas estrelas Portal de Notícias GRPcom - acessado em 10 de março de 2011
  2. Corpos Celestes é romance com toques de astronomia Site O Globo - edição de 10 de março de 2011
  3. O estado que aparece nas telas do cinema pelo mundo