Corrente heliosférica difusa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A corrente heliosférica difusa estende-se até as regiões exteriores do Sistema Solar, e resulta da influência do campo magnético do Sol em rotação no plasma no meio interplanetário.[1]

A corrente heliosférica difusa (HCS) é a superfície dentro do Sistema Solar onde a polaridade do campo magnético do Sol muda de norte para sul. Esta superfície estende-se ao longo do plano equatorial na heliosfera.[2][3] O formato da corrente difusa resulta da influência da rotação do campo magnético solar no meio interplanetário (vento solar).[1] Foi descoberta por John M. Wilcox e Norman F. Ness, que publicaram a descoberta em 1965.[4]

Referências

  1. a b «The Mean Magnetic Field of the Sun». Wilcox Solar Observatory. 2006. Consultado em 1 de agosto de 2007 
  2. «A Star with two North Poles, April 22, 2003, Science @ NASA» 
  3. Riley, Pete; Linker, J. A.; Mikić, Z., "Modeling the heliospheric current sheet: Solar cycle variations", (2002) Journal of Geophysical Research (Space Physics), Volume 107, Issue A7, pp. SSH 8-1, CiteID 1136, DOI 10.1029/2001JA000299. (Full text)
  4. Wilcox, J. M.; Scherrer, P. H.; Hoeksema, J. T., "The origin of the warped heliospheric current sheet" (1980)
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.