Corrida de seis dias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O ciclista Reggie MacNamara com o seu parceiro de ciclismo Edward Seufert

As corridas de seis dias são competições de ciclismo de pista que duram seis dias.

Origem[editar | editar código-fonte]

As primeiras provas desta modalidade ocorreram no Reino Unido em 1878, ciclistas competindo individualmente 18 horas por dia, durante seis dias. Foi uma prova de resistência. Foi realizada 19 a 25 de novembro de 1878, e o vencedor foi o britânico William Cann que percorreu 1706 km.[1]

O formato foi alterado, passando a ser competido em equipes de dois ciclistas, ou às vezes três, em um formato de revezamento em que um corredor está em competição e o outro companheiro está em repouso. Considera-se que a primeira corrida oficial de seis dias foi no dia 4 de dezembro de 1899, no Madison Square Garden, em Nova Iorque, Estados Unidos. Foi a origem dos seis dias de Nova Iorque.

No início do século XX, as corridas de seis dias foram introduzidas na Europa, inicialmente para a Alemanha, onde eles se tornaram um grande sucesso. Não muito mais tarde, seguido de outros países como a Bélgica (Bruxelas e Gante), França (Paris) e Reino Unido (Londres). Na década de 1930, também encontramos nos Países Baixos e na Dinamarca. Durante a Alemanha nazista estas corridas foram proibidas porque foi considerado um entretenimento depravado. Muitos dos ciclistas foram para os Estados Unidos, que foi o país onde havia mais corridas e com mais popularidade. Após a Segunda Guerra Mundial, as competições na Alemanha foram recuperadas, com mais sucesso que antes, e em vez disso corridas na América começaram a desaparecer.

Atualmente, o formado foi simplificado, as corridas são limitadas a seis noites consecutivas, geralmente às 6h da tarde até às 2h da madrugada.

Método de classificação[editar | editar código-fonte]

O vencedor absoluto da competição é a equipe que executa o maior número de voltas. Quando várias equipes têm percorrido o mesmo número de voltas, o vencedor é determinado, a equipe que obtiver a maior quantidade de pontos nos sprints intermédios, perseguição e outras provas.

Um programa típico inclui seis dias:

  • Competidores atrás da motocicleta
  • Sprints intermédios
  • Corridas de eliminação

A prova principal é a corrida de Madison, em que os dois integrantes da equipe estão na pista ao mesmo tempo. Um deles tem sua vez na corrida de revezamento, enquanto o outro vai para o próximo revezamento. Os revezamentos são feitos por tocar as mãos ou costas.

Corridas de seis dias ativos[editar | editar código-fonte]

Corridas de seis dias por país[editar | editar código-fonte]

 Alemanha Berlim (1909- ), Bremen (1910- ), Breslau (1921-1931), Büttgen, Colônia (1959-1998), Dortmund (1926-2008), Dresden, Essen (1960-1967), Frankfurt am Main (1911-1983), Hanôver (1913-1980), Kiel, Leipzig, Mainz, Munique (1933-2009), Münster (1950-1988), Stuttgart (1928-2008)
 Argentina Buenos Aires (1936-2000), Mar de Plata
 Austrália Adelaida (1960-1967), Bendigo, Brisbane, Launceston (1961-1987), Maryborough, Melbourne (1912-1983), Newcastle, Perth, Sydney (1911-1974), Townsville, Whyalla
 Bélgica Amberes (1934-1994), Bruxelas (1912-1971), Charleroi, Gante (1922- ), Hasselt
 Brasil Rio de Janeiro, São Paulo
 Canadá Delhi, Montreal (1929-1980), Ottawa, Quebec, Toronto (1912-1965), Vancouver, Winnipeg
 Colômbia Medellín (1997)
 Dinamarca Aarhus (1954-1961), Copenhague (1934- ), Herning (1974-1998)
Flag of Spain.svg Espanha Barcelona (1952-1953), Madrid (1960-1984)
 Estados Unidos Atlanta, Atlantic City, Boston (1901-1933), Buffalo (1910-1948), Chicago (1915-1957), Cleveland (1933-1958), Columbus, Des Moines, Detroit, Filadélfia, Indianápolis, Kansas City, Los Angeles (1932-1973), Louisville, Milwaukee (1932-1942), Minneapolis, Newark, Nova Iorque (1899-1961), Oakland, Pittsburgh, Portland, Saint Louis, São Francisco (1919-1939), Washington
 França Argel, Bordéus (1989-1997), Grenoble (1971- ), Marselha (1928-1933), Niza, Numea (1977-2003), París (1913-1989), Saint-Étienne (1928-1953)
 Reino Unido Londres (1923-1980)
 Países Baixos Amsterdã (1932- ), Apeldoorn, Groninga (1970-1979), Maastricht (1976-2006), Roterdã (1936- ), Tilburg, Zuidlaren
 Itália Bassano del Grappa (1986-1998), Bolonha, Castelgomberto, Cremona, Fiorenzuola d'Arda (1998- ), Milão (1927-1998), Turim (2001-2008)
 México Aguascalientes (1997)
Suíça Zurique (1954- )

Principais vencedores[editar | editar código-fonte]

# Ciclista Vitórias Participações
1 Bélgica Patrick Sercu 88 223
2 Austrália Danny Clark 74 235
3 Países Baixos René Pijnen 72 233
4 Países Baixos Peter Post 65 155
5 Suíça Bruno Risi 61 178

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Corrida de seis dias