Corrosion of Conformity

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Novembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Corrosion of Conformity
A banda em 1986.
Informação geral
Origem Raleigh, Carolina do Norte
País  Estados Unidos
Gênero(s) Começo:
Hardcore punk
Crossover thrash
Atualmente:
Stoner rock
Stoner metal
Sludge metal
Heavy metal
Período em atividade 1982 - 2006
2010 - atualmente
Gravadora(s) Sanctuary Records
Columbia Records
Metal Blade Records
Relativity Records
Caroline Records
Southern Lord
Afiliação(ões) Down
Snake Nation
Integrantes Reed Mullin
Woody Weatherman
Mike Dean
Pepper Keenan
Ex-integrantes Karl Agell
Phil Swisher
Simon Bob Sinister
Eric Eycke
Robert Stewart
Benji Shelton
Jason Patterson
Página oficial Site Oficial

Corrosion of Conformity (conhecida também por C.o.C.) é uma das bandas pioneiras do crossover. A banda foi formada na Carolina do Norte, Estados Unidos, pelo guitarrista Woody Weatherman durante o começo dos anos 80.

No início, a banda era conhecido pelo som agressivo e letras inteligentes e polítizadas. Eles faziam também um som hardcore/metal com personalidade própria. Já nos anos 90 eles mudaram, reestruturaram o som com influências de Black Sabbath e ajudaram a formar e consolidar junto com bandas como Soundgarden, Kyuss, Fu Manchu e Cathedral,o som que hoje chamamos de Stoner Rock.

História[editar | editar código-fonte]

Formada no início da década de 80, na Carolina do Norte, pelo guitarrista Woody Weatherman, o Corrosion of Conformity foi uma das primeiras bandas a misturar punk com metal, fazendo um som agressivo que quebrava as convenções do hardcore e do metal da época. Tudo isso associado as letras inteligentes e de cunho político resultou no formato de som da banda.

A estréia foi em 1983, com "Eye for an Eye", que tinha como formação Weatherman, Reed Mullin na bateria, Eric Eycke no vocal e Mike Dean no baixo.

Em 1985, a banda lançou Animosity, começando assim a atingir um público maior e status no cenário musical.

Ainda assim, o selo Death se cansou das constantes instabilidades internas da banda e, logo após o lançamento de Technocracy, em 1987, demitiu a banda. Levou alguns anos para que uma nova formação se juntasse. Com Weatherman, Keenan, Mullin, o vocalista Kark Aggel e o baixista Phil Swisher, eles lançaram Blind, em 1991, que mostrava algo bem mais thrash metal, o que acabou por atingir um grande público. O álbum definiu o abandono da fase hardcore e a entrada definitiva no metal. Em seguida ao sucesso, veio a demissão de Aggel que, junto com Swisher, formou o Leadfoot (banda ainda em atividade).

Kennan ocupou o vocal e Mike Dean, o baixista original, retornou à banda. Já caracterizada como uma banda em constante mutação, lançaram, em 1994, o álbum Deliverance. Mais uma guinada na sonoridade do Corrosion of Conformity. O álbum tem total influência de Black Sabbath e toda a gama de hard rock setentista, sendo considerado por muitos (em geral os fãs mais recentes), o melhor álbum da banda.

Em 1995, Keenan se dedicou ao Down (grupo formado com Phil Anselmo do Pantera e membros do Crowbar) retomando as atividades da banda, em 1996, quando lançaram Wiseblood, que deu continuidade ao sucesso atingido com o Deliverance.

Decorrente disto, envolveram-se numa turnê mundial com o Metallica, que os afastou dos estúdios durante um bom tempo. Em 2000, retornaram com o não tão inspirado America’s Volume Dealer.

Em 2001, lançaram o ótimo Live Volume, que dá uma boa passada pela carreira da banda e garante o bom e velho rock and roll em performance ao vivo. Em 2002, Keenan voltou a se dedicar ao Down, que lançou seu segundo álbum. Em 2003, o baterista Reed Mullin sai da banda. Em 2004, o baixista Mike Dean participa como vocalista do Probot, álbum de heavy metal do músico Dave Grohl (do Foo Fighters). No final do ano de 2004, a banda entra em estúdio e sai com o mais recente álbum, In The Arms Of God (lançado no Brasil pela gravadora Century Media Records, em 2005) e que tem a estréia do novo integrante da banda, o baterista Stanton Moore.

2006-2010[editar | editar código-fonte]

Corrosion of Conformity começou um hiato em 2006-2010 enquanto Pepper gravou e excursionou com Down. A partir de março de 2009, Karl Agell e Reed Mullin, começaram a turnê com Jerry Barrett, Scott Little e Jason Browning como COC-Blind, realizando o álbum Blind. Há conversas sobre COC-Blind criarem material original para avançar. Reed Mullin e Mike Dean, juntamente com Jason Browning também estavam excursionando em uma nova banda chamada Righteous Fool.

Em 12 de maio de 2010, Blabbermouth.net informou que a programação Animosity de Corrosion of Conformity foi reunindo e trabalhando em um novo álbum. Eles estão planejando alguma início de agosto mostra alinharam para a Costa Oeste, embora não tenham ainda sido anunciada oficialmente. A banda ainda está em aberto para gravação de novo álbum como um quarteto com Pepper, quando for a hora certa, de acordo com um mensagem no site oficial do COC Web site em 15 de maio de 2010. Pepper, não deixou a banda.

A banda em concerto, 2005.
Foto tirada por Mark Marek.

Formação[editar | editar código-fonte]

Atual[editar | editar código-fonte]

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Karl Agell - vocal (1989–1993)
  • Stanton Moore - bateria (2003–2005)
  • Jimmy Bower - bateria (2001–2002)
  • Phil Swisher - baixo (1987–1993)
  • Simon Bob Sinister - vocal (1986–1989)
  • Eric Eycke - vocal (1983–1984)
  • Benji Shelton - vocal (1982–1983)

Discografia[editar | editar código-fonte]

EP's[editar | editar código-fonte]

Álbuns completos[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Flag of the United States.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical dos Estados Unidos, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.