Saltar para o conteúdo

Corrupião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaCorrupião
Corrupião no Parque das Dunas, Natal - RN.
Corrupião no Parque das Dunas, Natal - RN.
Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Icteridae
Género: Icterus
Espécie: I. jamacaii
Nome binomial
Icterus jamacaii
(Gmelin, 1788)
Distribuição geográfica

O corrupião (Icterus jamacaii), também conhecido como concriz, sofrê, sofreu ou xofreu é uma espécie de pássaro da família Icteridae. É uma espécie endêmica do Brasil. Seu canto é muito melodioso e possui a notável capacidade de imitar cantos de outras aves, além de sons musicais.[1]

Corrupião

Seu nome científico significa: do (grego) ikterus = amarelo; e do (tupi) jamacaí = pássaro que come lagartas. - (pássaro amarelo que come lagartas).[2]

Características

[editar | editar código-fonte]

Este pássaro quando adulto mede entre 23 e 26 centímetros de comprimento, o macho tem peso médio de 67,3 gramas e a fêmea de 58,5 gramas. Os indivíduos jovens apresentam plumagem amarelada, em contraste com adultos, que possuem coloração geral alaranjada e preta, sendo a parte inferior do peito laranja intensa(as vezes quase vermelho), capuz e dorso pretos, e asas pretas com manchas brancas visíveis. O bico é longo, pontiagudo, de cor escura, e as pernas e os dedos são acinzentados. É praticamente inexistente o dimorfismo sexual nesta espécie.

O Icterus jamacaii possui um belíssimo canto, que é um dos principais motivos para sua criação em cativeiro, e tem a capacidade de imitar o canto de outras aves, ou outras melodias que se lhe ensine.

Distribuição e habitat

[editar | editar código-fonte]

Ocorre exclusivamente nas regiões Nordeste, parte do Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, sendo uma espécie endêmica do país. Lentamente vem se aproximando para o leste do Pará, causado pelo desmatamento que cria áreas abertas e secas, favorecendo o corrupião. Isso além de ser um sinal negativo do desflorestamento da região Amazônica, pode causar danos à outras aves, pois o corrupião costuma invadir o ninho de outros pássaros e comer seus ovos.[3]

Existem relatos da suposta ocorrência do Icterus jamacaii na Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru e Venezuela, porém muitas vezes são resultado de identificação errônea e até mesmo prováveis solturas no local, uma vez que os membros da família Icteridae são similares e possuem distribuição ampla na América do Sul e América Central.

Habita campos arborizados, cerrado, catinga, regiões abertas e secas. É comum pousar em cactáceas nas áreas da caatinga, e povoar em bordas de florestas e clareiras, nos locais mais úmidos. Nos locais mais secos, de cerrado e caatinga, procura avidamente as fontes de água, tanto para matar a sede como para tomar banho.[4][5]

Alimentação

[editar | editar código-fonte]

É onívoro, alimenta-se a várias alturas, com preferência para a vegetação mais baixa. Consomem frutos, sementes, insetos, aranhas e outros pequenos invertebrados. Comem também néctar de flores e frutos de cactos. Uma curiosidade, é o consumo da flor de ipê-amarelo e mulungu, que atuam na coloração de sua plumagem.

O corrupião pode se tornar um problema em regiões em que antes não habitava, por invadir e se alimentar também, de ovos de ninhos de outras espécies.

Reproduz entre a primavera e verão, atinge a maturidade sexual de 18 a 24 meses. Pode construir seu próprio ninho, mas costuma ocupar ninhos de outras espécies para procriar (ex.: bem-te-vi e joão-de-barro), cada ninhada geralmente tem entre 2 e 3 ovos, e 14 dias de incubação.

Por ser apreciada pela beleza e canto, as principais ameaças são a caça indiscriminada e tráfico de animais silvestres, assim como a destruição de seu habitat.

Corrupião

Comportamento

[editar | editar código-fonte]

O corrupião vive em pares, não costuma acompanhar bandos mistos de aves. Podem se postar de modo estranho quando cantam, ficando de cabeça para baixo, esticando o pescoço para cima ou eriçando as penas. Tem o hábito de invadir ninhos de outras espécies, expulsando os donos e jogando para fora seus ovos ou suas crias. Mas criadores do Icterus jamacaii, alegam ser mansos quando criados em cativeiro.[4] Podem porém dar bicadas mas não chegar a machucar.

Referências

  1. International, BirdLife (2009). «Icterus Jamacaii». Consultado em 15 de Maio de 2016 
  2. «Corrupião». Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  3. G1, Globo; Terra da Gente (29 de janeiro de 2019). «"Corrupião é considerado uma das aves mais bonitas do Brasil"». Campinas e região. Consultado em 1 de julho de 2021 
  4. a b «Animais; Corrupião - O que é?». Portal São Francisco. 26 de maio de 2016. Consultado em 2 de julho de 2021 
  5. «Corrupião (Wikiaves.com.br)». Wikiaves. 2009. Consultado em 2 de julho de 2021 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
Ícone de esboço Este artigo sobre aves passeriformes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.