Corte Imperial de Quioto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Governo do
Japão Feudal
Este artigo é parte da série:
História do Japão
Sesshō

Daijō-kan
Conselho de Estado

Cargos Menores

  • Sangi
    (Conselheiro 4º Escalão)
Vista frontal do Palácio de Quioto.

A Corte Imperial de Quioto foi o governo nominal do Japão que durou de 794 até a Era Meiji (1868–1912), tendo sido transferida de Quioto para Tóquio e integrada ao governo Meiji. O regime feudal xogunato surgiu depois da Corte Imperial, com o imperador Minamoto no Yoritomo sendo o primeiro a estabelecer o título militar do xogum como hereditário em 1192.[1]

Desde a fundação do xogunato por Minamoto no Yoritomo, o poder real estava nas mãos dos xoguns, que erroneamente eram confundidos com os imperadores do Japão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wiles, Kate (2 de fevereiro de 2018). «The Map: Kyoto, c.1626». History Today (em inglês). 68 (2) 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.