Corujão (programa de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corujão
Informação geral
Formato Programa de variedades
Gênero Sessão de Filmes
Duração Variável (dependendo do filme)
País de origem  Brasil
Idioma original (Português)
Produção
Tema de abertura Instrumental
Tema de encerramento Créditos do Filme
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Formato de áudio Stereo
Mono
Transmissão original 7 de julho de 1972 (47 anos) – presente

Corujão é um programa de televisão brasileiro, sendo uma das mais antigas sessões de filmes da Rede Globo. É exibida nas madrugadas e destina-se a um público variado. Em 8 de setembro de 2014, devido a concorrência com o SBT,[1] estreou o novo Corujão com interatividade e novas logo, vinheta e identidade visual. O Corujão agora apresenta filmes brasileiros, alguns recém-saídos dos cinemas, e uma maior variedade de gêneros e nacionalidades.[2]

Além disso, a sessão agora também tem interatividade: toda semana, os telespectadores escolhem, entre dois filmes, o que querem ver na edição de sexta-feira. O vencedor da sessão é sempre anunciado um dia antes da exibição. Isso repete a fórmula usada pela sessão extinta Intercine, que durou de 1996 a 2010. Por conta dessas modificações, passou a ser exibido também as segundas, dessa forma a emissora cancelou a Sessão Brasil, sessão de filmes brasileiros no ar desde 2007.[3][4]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Eventualmente o filme escalado não é exibido por conta de atrasos na programação da Globo e acaba sendo exibido em outro dia, no lugar é exibido outro filme ou séries.

Única sessão com exibição diária (de domingo a domingo), era também considerada até alguns tempos atrás um "tapa-buraco" da Rede Globo: quando não havia espaço suficiente para a exibição de algum filme, a emissora geralmente exibia alguma série de TV norte-americana ou algum desenho animado. A partir de 2014, a sessão de filmes começou a ser exibida, de fato, diariamente.

Antes, nos anos 70, 80, e 90, a emissora geralmente saía do ar, fazendo uma pequena pausa em sua programação.

Até a segunda metade dos anos 90, a emissora geralmente saía do ar (de segunda a sexta), fazendo uma pequena pausa em sua programação.

Por isso, o Corujão era exibido nas madrugadas de sexta para sábado e de sábado para domingo, e em datas especiais como Natal e Ano-Novo, dias em que a emissora não encerrava sua programação.

A partir de 1998, a emissora passou a sair do ar apenas 1 vez por mês, quando ocorre manutenção técnica de seus transmissores em todo o Brasil.

Impacto[editar | editar código-fonte]

Por ser uma sessão de filmes exibida durante a madrugada, o nome "Corujão" passou a ser popularmente associado no Brasil as linhas de ônibus que fazem sua rota durante este período.[5][6]

A Sessão Coruja é mencionada na letra do rock "Pro Dia Nascer Feliz", de Frejat e Cazuza, gravada em 1983 pelo grupo Barão Vermelho e também pelo cantor Ney Matogrosso.

Nomes anteriores[editar | editar código-fonte]

Logotipo do programa usado de 2004 até 2014

Referências

  1. a b «As cinco sessões de filmes mais antigas ainda no ar na TV aberta». Natelinha. Consultado em 6 de dezembro de 2017 
  2. Novo Corujão estreia com nova identidade visual e interatividade
  3. Globo cancela “Sessão Brasil” e exibe “Corujão” também as segundas
  4. «Globo cancela sessão de filmes; saiba o motivo». RD1. 3 de setembro de 2014 
  5. Roberto Lucena (6 de janeiro de 2013). «'Corujão': única opção nas madrugadas». Tribuna do Norte. Consultado em 9 de outubro de 2016 
  6. Eliene Andrade (21 de novembro de 2013). «Linha de ônibus 'Corujão' volta a circular na Capital». Infonet. Consultado em 9 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre programas da Rede Globo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.