Corumbataí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Corumbataí (desambiguação).
Corumbataí
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Corumbataí
Bandeira
Brasão de armas de Corumbataí
[[Brasão|Brasão de armas]]
Hino
Gentílico corumbataiense
Localização
Localização de Corumbataí em São Paulo
Localização de Corumbataí em São Paulo
Corumbataí está localizado em: Brasil
Corumbataí
Localização de Corumbataí no Brasil
Mapa de Corumbataí
Coordenadas 22° 13' 12" S 47° 37' 33" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Campinas
Região imediata[1] Rio Claro
Região metropolitana Piracicaba
Municípios limítrofes Analândia, Itirapina, Leme, Rio Claro e Santa Cruz da Conceição.[2]
Distância até a capital 202 km
História
Fundação 19 de março de 1826 (193 anos)
Aniversário 19 de março
Administração
Prefeito(a) Leandro Martinez (DEM, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [3] 278,143 km²
População total (Censo IBGE/2014[4]) 4 027 hab.
Densidade 14,48 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 608 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[5]) 0,78 alto
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 95 938,196 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 23 348,31

Corumbataí é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a uma latitude 22º13'12" Sul e a uma longitude 47º37'33" Oeste, estando a uma altitude de 608 metros. Sua população estimada em 2014 era de 4 027 habitantes. Possui uma área de 278,1 km².

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O nome do município foi dado em alusão ao rio Corumbataí, importante manancial de água que drena seu território.[7]

O nome do Rio e da Cidade têm sua origem no peixe Curimbatá que é muito comum na região, inclusive, no brasão da bandeira o peixe Curimbatá está presente.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1821, o governador da província de São Paulo, Carlos Augusto Oeybhausen, concedeu, a Francisco da Costa Alves, uma concessão de terras: a sesmaria do rio Corumbataí, que veio a ser ocupada por Francisco, sua família e seus escravos através de fazendas. No início do século XX, a região foi colonizada por imigrantes italianos, alemães, poloneses, russos e lituanos. Em 24 de dezembro de 1948, através da Lei Estadual 233/1948, Corumbataí adquiriu sua autonomia como município[8].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000 População Total: 3 794

  • Urbana: 1 718
  • Rural: 2 076
  • Homens: 1 985
  • Mulheres: 1 809

Densidade demográfica (hab./km²): 13,64

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 15,95

Expectativa de vida (anos): 71,17

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,82

Taxa de Alfabetização: 92,03%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,780

  • IDH-M Renda: 0,711
  • IDH-M Longevidade: 0,770
  • IDH-M Educação: 0,860

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[9], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[10], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[11] para suas operações de telefonia fixa.

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. «IBGE mapas». Arquivado do original em 1 de agosto de 2012 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 23 de janeiro de 2015 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «Prefeitura Municipal de Corumbataí - SP». corumbatai.sp.gov.br. Consultado em 2 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 4 de outubro de 2010 
  8. Prefeitura municipal de Corumbataí. Disponível em http://www.corumbatai.sp.gov.br/index.php/historia. Acesso em 6 de março de 2013.
  9. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  10. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  11. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]