Corumbataí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Corumbataí (desambiguação).
Corumbataí
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Corumbataí
Bandeira
Brasão de armas de Corumbataí
Brasão de armas
Hino
Gentílico corumbataiense
Localização
Localização de Corumbataí em São Paulo
Localização de Corumbataí em São Paulo
Mapa de Corumbataí
Coordenadas 22° 13' 12" S 47° 37' 33" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Campinas
Região imediata[1] Rio Claro
Região metropolitana Piracicaba
Municípios limítrofes Analândia, Itirapina, Leme, Rio Claro e Santa Cruz da Conceição.[2]
Distância até a capital 202 km
História
Fundação 19 de março de 1826 (195 anos)
Aniversário 19 de março
Administração
Prefeito(a) Leandro Martinez (DEM, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 278,143 km²
População total (Censo IBGE/2014[4]) 4 027 hab.
Densidade 14,5 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 608 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[5]) 0,78 alto
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 95 938,196 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 23 348,31

Corumbataí é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a uma latitude 22º13'12" Sul e a uma longitude 47º37'33" Oeste, estando a uma altitude de 608 metros. Sua população estimada em 2014 era de 4 027 habitantes. Possui uma área de 278,1 km².

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O nome do município foi dado em alusão ao rio Corumbataí, importante manancial de água que drena seu território.[7]

O nome do Rio e da Cidade têm sua origem no peixe Curimbatá que é muito comum na região, inclusive, no brasão da bandeira o peixe Curimbatá está presente.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1821, o governador da província de São Paulo, Carlos Augusto Oeybhausen, concedeu, a Francisco da Costa Alves, uma concessão de terras: a sesmaria do rio Corumbataí, que veio a ser ocupada por Francisco, sua família e seus escravos através de fazendas. No início do século XX, a região foi colonizada por imigrantes italianos, alemães, poloneses, russos e lituanos. Em 24 de dezembro de 1948, através da Lei Estadual 233/1948, Corumbataí adquiriu sua autonomia como município[8].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000 População Total: 3 794

  • Urbana: 1 718
  • Rural: 2 076
  • Homens: 1 985
  • Mulheres: 1 809

Densidade demográfica (hab./km²): 13,64

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 15,95

Expectativa de vida (anos): 71,17

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,82

Taxa de Alfabetização: 92,03%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,780

  • IDH-M Renda: 0,711
  • IDH-M Longevidade: 0,770
  • IDH-M Educação: 0,860

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[9], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[10], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[11] para suas operações de telefonia fixa.

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. «IBGE mapas». Arquivado do original em 1 de agosto de 2012 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  4. «Censo Populacional 2014». Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 23 de janeiro de 2015 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «Prefeitura Municipal de Corumbataí - SP». corumbatai.sp.gov.br. Consultado em 2 de dezembro de 2012. Cópia arquivada em 4 de outubro de 2010 
  8. Prefeitura municipal de Corumbataí. Disponível em http://www.corumbatai.sp.gov.br/index.php/historia. Acesso em 6 de março de 2013.
  9. «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo 
  10. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  11. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]