Cosme da Silva Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cosme da Silva Campos (Pedro Leopoldo, 21 de dezembro de 1952) é um ex-futebolista brasileiro, que jogava como atacante.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Centroavante rápido, oportunista e ótimo cabeceador, Campos começou sua carreira no Atlético/MG, em 1972, e logo foi emprestado ao Nacional de Manaus, pelo qual foi vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro de 1972, com 14 gols. Em 1973 voltou ao Atlético para ser vice campeão mineiro e artilheiro do campeonato, com 15 gols.

Ainda em 1973, no Campeonato Brasileiro, Campos tornou-se o primeiro jogador brasileiro de futebol a ser flagrado no exame antidoping. O jogo foi no Mineirão, dia 18 de novembro, e o Atlético venceu o Vasco por 2 a 1, com dois gols de Campos. Mesmo alegando ter tomado um remédio para tratamento dentário sem saber que o mesmo continha a substância proibida efedrina, o jogador foi condenado pelo STJD.

Na Copa América 1975, Campos disputou 5 partidas pela Seleção Brasileira, marcando 2 gols.

Depois de encerrar sua carreira no São José, em 1984, Campos voltou a residir em sua cidade natal, Pedro Leopoldo, em Minas Gerais, onde tem uma lavanderia em sociedade com sua irmã.

Carreira[editar | editar código-fonte]