Cotilédone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Comparação entre as plântulas de uma mono- e de uma eudicotiledônea germinando

Cotilédones são as primeiras folhas que surgem dos embriões das espermatófitas, irrompendo durante a germinação das sementes[1].

São estruturalmente diferentes das outras folhas, uma vez que cumprem uma função especial para a subsistência deste ser vivo, contribuindo com suas reservas de nutrientes para alimentar a plântula em desenvolvimento, enquanto esta não pode ainda produzir a quantidade suficiente de nutrientes através da fotossíntese.

  • As sementes das monocotiledôneas possuem apenas um cotilédone, enquanto as eudicotiledôneas possuem dois. Nas gimnospérmicas, o número de cotilédones é variável[2].É importante lembrar de que nessas sementes (monocotiledôneas e eudicotiledôneas), os cotilédones são carnosos e grandes, e o endosperma é reduzido.
  • Monocotiledôneas possuem raiz fasciculada (lembra uma cabeleira), flores trímeras (elementos florais são múltiplos de 3), caule não forma tronco e não cresce em espessura e folhas são paralelinérveas.
  • Eudicotiledôneas possuem raiz axial ou pivotante (há um eixo principal). flores são tetrâmera ou pentâmeras, caule cresce em espessura e forma tronco e folhas são largas e reticulinérveas.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.