Críticas e controvérsias envolvendo Melody

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Lista de críticas e controvérsias envolvendo Melody.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Escola[editar | editar código-fonte]

A fama da cantora chegou a atrapalhar na escola, as outras crianças ficavam indo atrás dela para conversar e conhecê-la, mas o assédio acabou incomodando porque a cantora não conseguia lanchar na hora do recreio, a escola teve que tomar providências para que os outros alunos não a incomodassem.[1]

Thiago Abreu[editar | editar código-fonte]

O pai de Melody, Thiago Abreu, mais conhecido como MC Belinho, foi investigado pelo Ministério Público de São Paulo sob suspeita de "Violação ao direito ao respeito e à dignidade de crianças/adolescentes" por conta do visual adulto usado por Melody em vídeos onde ela canta funk.[2][3][4]

Após a abertura do inquérito, MC Belinho anunciou que iria fazer um reformulação nas musicas e visual de Melody para ela se tornar uma cantora pop mirim sem sensualizar.[5] E fez até um novo vídeo onde Melody aparece com visual adequado para sua idade onde ela canta uma musica chamada "Sonho de Criança" onde a cantora diz que seu sonho é ser uma cantora de sucesso e diz que errou. Seu pai também canta um verso onde ele diz que apoia o sonho de Melody.[6][7] Na época foi noticiado que Melody recebia 2.500 reais por apresentação, Melody chegou a postar foto com uma maleta de dinheiro[8], mas após abertura do inquérito, o Belinho negou que ganhasse qualquer dinheiro as custa da sua filha.[9]

Melody já se viu em várias outras polêmicas, além de seu estilo sensual, o pai da cantora já acusou Lucas Lucco de tentar tirar a página de Melody do ar.[10]

Capricho e Felipe Neto[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2019, Isabella Otto publicou um artigo na Capricho sobre a Melody, questionando seu visual adulto: "Melody e a geração de meninas adultificadas e sexualizadas (...) Um exemplo claro disso são as fotos postadas no dia 7 de julho pela MC Melody no Instagram. De cropped, sutiã com bojo, cabelo platinado até a cintura e maquiagem carregada, a cantora mirim chocou muitos internautas, que começaram a se perguntas quantos anos tinham dormido para acordar como uma Melody maior de idade. (...) Quanto dinheiro e quantos likes valem a vida de uma criança adultificada e erotizada?"[11] No mesmo mês, Felipe Neto baniu a cantora de seu canal no You Tube, alegando: "Galera, infelizmente a Melody está banida do meu canal. Havia informado ao seu pai que não faria mais 'react' enquanto ela fosse sensualizada. Ele me prometeu que ia mudar, mas só piorou. E piorou muito. Ela tem 11 anos, e eu tive que censurar uma foto para poder exibir."[12]"

Daiane Glória Abreu[editar | editar código-fonte]

Sob o contexto das polêmicas, em janeiro de 2019, a mãe de Melody, Daiane Glória Abreu, afirmou reprovar o conteúdo sensualizado nas produções das filhas, mas nunca pôde interferir por impedimento do pai e das próprias meninas. Daiane alegou que "reclamava quando elas usavam roupas curtas, mas elas batiam o pé e o pai também". Disse ainda: "as crianças ficam contra mim porque o pai apoia tudo o que elas fazem e eu não. Elas dizem que se a carreira delas acabar, a culpa é minha." Afirmou também que Belinho "é um bom pai, mas começou a mudar o estilo da Melody principalmente do meio do ano passado para cá".[13] Além disso, enquanto Belinho era o responsável por administrar a carreira das filhas, Daiane afirma nunca ter tido acesso aos lucros obtidos pela carreira musical de Melody e Bella.[14]

Em vista da carreira musical envolvendo o teor tido como sensual e precoce e sucedendo as críticas que fez, Felipe Neto indicou a ativista Sabrina Bittencourt (faleceu em fevereiro de 2019) para supervisionar a produção de Melody e sua irmã Bella Angel através de profissionais, como psicólogos e pedagogos. A mãe das meninas participará dos processos e acompanhará a carreira delas.[15] Na mesma ocasião, o pai das garotas divulgou uma nota pedindo desculpas pelo que foi feito com Melody e Bella, esclarecendo que a ausência da mãe na carreira das filhas é culpa exclusivamente dele e que a guarda das crianças deverá ser concedida a ela.[14] Sob o mesmo contexto afirmou que não será mais o responsável pela carreira artística das meninas, que deverá ficar sob administração da mãe.[16]

Referências

  1. «MC Melody sobre assédio na escola: 'Se ficar atrás de mim, leva suspensão'». Ego. Consultado em 6 de maio de 2016 
  2. «Sexualização de MC Melody reacende discussão sobre funkeiros mirins - Notícias - R7 Domingo Espetacular». noticias.r7.com. Consultado em 6 de maio de 2016 
  3. «Funkeiro MC Belinho é acusado de explorar a filha, MC Melody, de apenas oito anos - Entretenimento - R7 Programa do Gugu». entretenimento.r7.com. Consultado em 6 de maio de 2016 
  4. «MP quer saber se músicas de Mc Melody ferem o Estatuto da Criança e do Adolescente - Notícias - R7 Cidade Alerta». noticias.r7.com. Consultado em 6 de maio de 2016 
  5. «MC Melody muda para virar 'Anitta pop mirim sem sensualizar', diz pai». Música. 7 de maio de 2015. Consultado em 6 de maio de 2016 
  6. «Após polêmica, pai muda o rumo da carreira de MC Melody - Notícias - R7 Balanço Geral». noticias.r7.com. Consultado em 6 de maio de 2016 
  7. «Após polêmica, MC Melody canta música pedindo desculpa: 'Vou mudar'». Música. 27 de abril de 2015. Consultado em 6 de maio de 2016 
  8. «Mc Melody, de 8 anos, fatura até R$ 40 mil ao mês com carreira polêmica». Extra Online. Consultado em 6 de maio de 2016 
  9. «MC Melody muda para virar 'Anitta pop mirim sem sensualizar', diz pai». Música. 7 de maio de 2015. Consultado em 6 de maio de 2016 
  10. «MC Melody tem página retirada do ar e pai culpa Lucas Lucco - Redes Sociais». Canaltech. Consultado em 6 de maio de 2016 
  11. Isabella Otto (16 de janeiro de 2019). «Melody e a geração de meninas adultificadas e sexualizadas». Capricho. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  12. «Felipe Neto bane Melody de seu canal no YouTube por causa de apelo sexual». Glamour. 16 de janeiro de 2019. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  13. Carolina Heringer (22 de janeiro de 2019). «Mãe de MC Melody quebra silêncio sobre carreira da filha». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  14. a b Carolina Heringer (23 de janeiro de 2019). «'Nunca tive acesso a esse dinheiro', diz mãe de MC Melody sobre lucros com carreira de funkeira». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  15. Carolina Heriger (19 de janeiro de 2019). «Ativista que assumiu carreira de MC Melody ajudou a denunciar João de Deus por abusos». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019 
  16. Carolina Heringer (22 de janeiro de 2019). «Pai de MC Melody diz não ser mais responsável por carreira da filha e se desculpa por 'excessos'». Extra. Consultado em 23 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 23 de janeiro de 2019