Crajiru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCrajiru
Crajiru (arrabidaea chica) by ananda giri.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Lamiales
Família: Bignoniaceae
Género: Arrabidaea
Espécie: A. chica
Nome binomial
Arrabidaea chica
(Humb. & Bonpl.) B.Verl.

Crajiru (Arrabidea chica (H.B.K.) Verlot; Bignoniaceae) é uma planta medicinal arbustiva brasileira, que comumente encontrada na Floresta Amazônica.

Sinonímia: Chica, Cricket-vine, Puca panga, Pariri.

Utilizações[editar | editar código-fonte]

Seu chá tanto pode ser utilizado para higiene íntima, com lavagens, como também pode ser ingerido agindo como um antiinflamatório natural. O chá é preparado das verdes folhas do crajiru e transforma-se num chamativo líquido vermelho.

Algumas tribos preparam uma infusão das folhas, utilizando-a no tratamento contra conjuntivite aguda.

Também é um forte aliado no combate à anemia, por sua grande concentração de ferro.

Largamente utilizada contra as seguintes doenças: adstrigente, afeção da pele, afrodisíaca, albuminúria, anemia, antidisenterica, anti-úlcera, bactericida, catarro do intestino, cólica intestinal, conjuntivite, diabetes, diarreia, diarreia de sangue, emoliente, espectorante, ferida, fortificante, Hemorragia, icterícia, inflamação, inflamação no útero, Leucemia.

As folhas submetidas à fermentação e manipuladas com a anileira fornecem um corante vermelho-escuro. Esse corante, há tempos, é utilizado pelos índios para pintura de seus corpos e utensílios.

José de Alencar, em seu famoso romance Iracema, já citava a planta como meio para se obter o corante vermelho-escuro: "Ao romper d'alva, Poti partiu para colher as sementes de crajuru que dão a bela tinta vermelha, e a casca do angico de onde se extrai a cor negra mais lustrosa."

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Lamiales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.