Crank 2: High Voltage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Crank 2: High Voltage
Crank 2: Alta Voltagem (PT)
Adrenalina 2: Alta Voltagem (BR)
Pôster de divulgação.
 Estados Unidos
2009 •  cor •  96 min 
Direção Brian Taylor
Mark Neveldine
Roteiro Brian Taylor
Mark Neveldine
Género Ação
Suspense
Crime
Idioma Inglês
Orçamento US$ 20 milhões
Receita US$ 34 560 577[1]
Cronologia
Último
Último
Crank (2006)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Crank: High Voltage, também intitulado Crank 2: High Voltage (Adrenalina 2: Alta Voltagem (título no Brasil) ou Crank 2: Alta Voltagem (título em Portugal)) é um filme norte-americano, continuação de Crank, lançado no ano 2009.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Imediatamente após os eventos do filme anterior, Chev Chelios (Jason Stathan) pousa no meio de um cruzamento após a queda de um helicóptero. Ele é removido da rua através de uma pá de neve por um grupo de médicos chineses. Chev acorda em um hospital improvisado e vê um grupo de médicos removendo seu coração enquanto Johnny Vang (Art Hsu) olha. Os médicos colocam o coração de Chev numa caixa congelada e o substituem por um coração artificial feito de plastico. Ele acorda algum tempo depois e escapa. Ele percebe que uma bateria externa amarela esta ligada a ele. Depois de um tiroteio e um interrogatório de um bandido, ele descobre a localização de Vang: o Clube Social Cypress.

Chev contata Doutor Miles (Dwight Woakan), que diz que ele foi equipado com um coração AviCor totalmente artificial. Miles informa que uma vez que a bateria externa se esgote, ele terá apenas 60 minutos antes do coração parar de funcionar. Durante a condução, Chev bate o carro, o que provoca a destruição de sua bateria externa. Depois de obter informações de um motorista, Chev usa os cabos de chupeta para recarregar sua bateria interna. No clube, Chev perde Vang, mas pega uma prostituta chamada Ria (Bai Ling) que o leva ate um clube de strip onde Vang está. No clube, Chev reencontra Eve (Amy Smart), agora uma stripper. Um grupo de mafiosos mexicanos, liderados por Chico, mostram-se a procura de Chelios. Após um tiroteio, Chev descobre que um mafioso chamado "El Huron" ("O Furão") quer matá-lo, mas ele não sabe o porque.

Fora do clube de strip, Chev dirige um carro da policia com Eve e outra stripper. A outra diz a Chev que ele deve ir para o hipódromo atras de Vang. Ao longo do caminho, Chev encontra Venus (Efren Ramirez), que revela ser o irmão de Kaylo. Querendo sua ajuda, Chev diz a Venus que El Huron está envolvido na morte de Kaylo, mas fugiu. No hipódromo, Chev começa a perder energia novamente. Ele liga novamente para o Doutor Miles, que diz que o atrito criará energia estática, que alimentará a bateria interna. Eve aparece e eles fazem sexo até Vang aparecer e Chev deixar Eve pra trás. Vang escapa, e Chev está prestes a ser preso quando Don Kim aparece e resgata Chev. Ele informa Chev que existe um líder da mafia chamado Poon Dong (David Carradine), que estava precisando de um transplante de coração, e escolheu o de Chev para substituir o seu. Chev mata Don Kim e seus capangas ao saber que ele pretende levá-lo a Poon Dong em troca de uma recompensa. Enquanto isso, Venus chama Orlando (Reno Wilson) para ajudá-lo a rastrear El Huron.

Estando á procura de Vang, Chev rouba uma ambulância e uma bateria para o seu coração artificial. Chev salta da ambulância ao ver Vang numa rua e um tiroteio se segue enquanto Vang foge. Após uma luta, Chev descobre que a caixa vermelha de Vang não contem o seu coração, e descobre através do Doutor que ele já foi transplantado em Poon Dong. Vang é baleado e morto por Chico e depois disso, Chico interroga Chev, apenas para nocauteá-lo. Doutor Miles usa sua secretária para localizar Poon Dong e recuperar o coração de Chev

Chev é levado a uma ilha onde El Huron o aguarda. É revelado que El Huron é o irmão de Alex e Ricky Verona, mortos por Chelios no primeiro filme. Ele revela que a cabeça de Ricky Verona está sendo mantida viva por tempo suficiente para assistir El Huron matar Chelios. Ele está prestes a matar Chelios, quando Venus, Orlando e Ria aparecem, cada um com seu próprio grupo, e um tiroteio feroz se segue. Chev chuta para uma piscina a cabeça de Ricky Verona, depois que seu chefe é decapitado. Venus engaja El Huron em uma luta antes que ele possa matar Chev. Quando ele começa a descarregar, Chev sobe um pólo elétrico nas proximidades e agarra um par de fios vivos para recarregar. Ele é arremessado para longe e incendiado pela corrente maciça. Ele retorna com esse poder, em cima da hora para salvar Venus, e mata El Huron. Chelios então caminha em direção a camera, e mostra o dedo do meio para o público.

Doutor Miles substitui o coração de Chev. A principio, parece um fracasso, mas os olhos de Chelios se abrem e seu monitor cardíaco aponta atividade normal.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crank 2: High Voltage teve recepção mista por parte da crítica especializada. Com base em 15 avaliações profissionais alcançou uma pontuação de 41 em 100 no Metacritic. Em avaliações mistas, do ReelViews, James Berardinelli disse: "Crank 2: High Voltage é o show com ato anormal em um carnaval. É tão além do extremo que a frase deixa de ter significado neste contexto. É uma mistura bizarra de testosterona, adrenalina e psicodélicos. Ela procura não só chegar ao topo de seu antecessor, "Crank", mas superar-se a cada passo."

Do Empire, Helen O'Hara: "A prova de que você pode fazer bons filmes baseados em jogos de vídeo, contanto que você não se incomode de fazer um jogo de vídeo pela primeira vez. Um vigor para Crank 3D. "

Los Angeles Times, Sam Adams: "O filme prospera em absurdo e indignação, calculando que em algum momento você vai ceder a suas energias gonzo e ir junto para o passeio."

The Hollywood Reporter, Frank Scheck: "Segue a mesma fórmula como o primeiro, com uma diferença: Eles conseguiram ultrapassar até a ação e vulgaridade além das alturas insanas do original."

Premiere, Rob Calvertk: "Se você tem uma propensão para a doença de movimento, seria melhor ficar longe. Este filme é Tarantino em velocidade, e sem foco e estilo. É na sua cara e com orgulhoso dele, sem nenhum pedido de desculpas."[2]

Com índice de 63%, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: "Crank: High Voltage proporciona as suas promessas: um ritmo acelerado, passeio de emoção emocionante que não se leva muito a sério".[3]

Sequência[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista, quando perguntado acerca de um terceiro filme, a atriz Amy Smart disse: "É uma possibilidade", mas nenhum indício real dos escritores tem sido feito.[4] Também em uma entrevista com Amy Smart após o lançamento de Crank: High Voltage, ela mencionou que Crank 3 possa ser feito em 3D, mas neste caso, não seria liberado até 2011.[5]

Referências

  1. Crank: High Voltage (2009) (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 4 de maio de 2015.
  2. Crank: High Voltage (em inglês) Metacritic. Visitado em 4 de maio de 2015.
  3. Crank 2: High Voltage (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 26 de março de 2014.
  4. Amy Smart Talks Crank 3 Possibilities io9. Visitado em 2009-04-14.
  5. Crank 3 Coming At You In Three Dimensions Cinema Blend. Visitado em 2009-03-16.