Creepypasta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Creepypasta é um termo criado para definir as histórias de terror ou lendas urbanas que são divulgadas através da internet em fóruns e demais redes sociais de modo “viral”, espalhando-se rapidamente no universo online.[1][2] As creepypastas são narrações escritas de modo bastante envolvente, normalmente relacionadas com conteúdos ou produtos da cultura pop, como músicas, filmes, videogames, personagens de desenhos animados, etc.[3] Diferentemente das lendas urbanas, as creepypastas, muitas vezes, são suplementadas com fotos, áudio ou vídeo referente à historia para enriquecer seu conteúdo, aumentando assim seu efeito sobre o leitor.

A palavra é originária do inglês, sendo formada a partir da junção do termo “creepy”, que significa “arrepiante” ou “assustador”, com a expressão “copypaste”, que quer dizer “copiado e colado”, já que estas histórias são copiadas de fóruns e de outros sites para perturbar e assustar o leitor.[1]

Gêneros[editar | editar código-fonte]

As Creepypastas podem ser divididas nos seguintes gêneros:

  • Narrativas: O narrador conta uma lenda assustadora, uma historia tensa, um acontecimento bizarro de seu passado, enfim, diversos temas. As histórias podem ser narradas tanto em primeira quanto em terceira pessoa, dependendo da história em questão;
  • Diários: A história é contada como se fosse escrita em um diário ou relatório, em ordem cronológica ou não;
  • Rituais: Uma lista de instruções para o leitor, tais como ir em certo lugar, no horário correto, e seguir uma série de ações, geralmente incomuns ou misteriosas, do contrário, algo terrível pode acontecer;
  • Episódios perdidos: O narrador conta a história de um episódio nunca antes mostrado de um determinado programa de TV, geralmente humorístico ou infantil, mas que não foi exibido por vários motivos terríveis, tais como atores agindo estranhamente, sangue ou violência realista, audio ou vídeo corrompidos ou distorcidos, mortes chocantes, etc;
  • Videos secretos: O termo é o mesmo que "episódios perdidos", mas em vídeos amadores ou com patrocínio, em particular para a internet. Um usuário de alguma conta do YouTube, Dailymotion ou Vimeo decide começar um canal de vídeos diários. Ele cria vídeos, mas também tem o direito de decidir a sua propaganda. É assim chamado de "videos secretos", por os vídeos serem produzidos, mas de o usuário querer manter algum (ou mais) em segredo e nunca mostrar ao público.
  • Hack Roms/Jogos alternativos: Histórias baseadas em algum jogo famoso que foi modificado ou comprado em lojas alternativas, como vendas caseiras ou baixados de sites estranhos, que contém elementos misteriosos e chocantes que não deveriam existir no jogo, como sangue e violência extrema, ou mesmo o jogo está possuído por alguma força maligna que transforma a vida do jogador.

Referências

  1. a b tecmundo.com.br/ "Creepypasta": conheça as lendas mais assustadoras que circulam pela net
  2. jogos.uol.com.br/ Contos de horror digitais? Entenda o que são os "creepypastas"
  3. significados.com.br/ Significado de Creepypasta
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.