Crimes do galinheiro de Wineville

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Os crimes do galinheiro de Wineville[1] foram uma série de seqüestros e assassinatos de meninos que ocorreram na cidade de Los Angeles e no Condado de Riverside, Califórnia, entre 1926 e 1928. O caso recebeu atenção nacional. O caso expõe a corrupção policial de Los Angeles.[1]

Culpado e Julgamento[editar | editar código-fonte]

O Rancho de Gordon Northcott.

Em 07 de fevereiro de 1929, após 27 dias de julgamento, Gordon Stewart Northcott, foi declarado culpado e condenado pela corte por, sequestrar, abusar sexualmente, torturar e assassinar crianças. A sentença foi de enforcamento, no dia 02 de outubro de 1930.[2][3]

Corrupção policial

Este caso mostrou a grande corrupção existente dentro do Departamento de Polícia de Los Angeles. Arthur Hutchins, um menino fugitivo se fez passar por Walter Collins, com a promessa de conhecer a Califórnia e seu ator preferido Tom Mix.[4] Após Arthur se passar por Walter a polícia deu o caso como encerrado, mas a mãe de Walter, a senhora Christine Collins se negava a aceitar que o menino era seu filho, então foi enviada ao sanatório do Hospital Geral do Condado de Los Angeles, com o "Código 12", que era utilizado pela polícia para internar pessoas sem julgamento prévio aqueles que resultavam difíceis ou inconvenientes. Só após Arthur revelar a verdade, dez dias depois, foi liberada. Durante a investigação foram encontrados um machado, cabelos e dedos de algumas das crianças no rancho de Northcott. Em setembro de 1928, o sobrinho de Northcott, Sanford Clark, de 14 anos entregou seu tio a polícia. No julgamento de Gordon Northcott ele virou para Christine e disse: "Vi você nos jornais, deve ter muita força para enfrentar a polícia assim."

Repercusão

Devido a grandiosidade e repercussão dos fatos, a cidade de Wineville mudou seu nome para Mira Loma em 1º de novembro de 1930, devido a grande publicidade negativa em torno do caso e da cidade em que ocorrera.

O terrível e fatídico caso ganha as telas com o filme A Troca, estrelado por Angelina Jolie e dirigido por Clint Eastwood, estreado em 31 de outubro de 2008.[5]

O caso foi mencionado em American Horror Story: Hotel.

Referências

  1. a b «Mira Loma California History - Key to the City». www.usacitiesonline.com. Consultado em 26 de dezembro de 2016. 
  2. «Los Angeles Times: Archives - NORTHCOTT PUT IN DOOMED ROW». pqasb.pqarchiver.com. Consultado em 26 de dezembro de 2016. 
  3. «markgribben.com». markgribben.com. Consultado em 26 de dezembro de 2016. 
  4. «Spoilers: Changeling - The Real Story Behind Eastwood's Movie». MTV News 
  5. Foundas, Scott (19 de dezembro de 2007). «Clint Eastwood: The Set Whisperer». L.A. Weekly 
Ícone de esboço Este artigo sobre um crime ou atividade criminosa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.