Criminal Case

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Criminal Case
Produtora(s) Pretty Simple
Plataforma(s) Facebook (Adobe Flash), iOS, Android
Lançamento Facebook
15 de novembro de 2012
iOS
28 de agosto de 2014
Android
15 de abril de 2015
Gênero(s) Puzzle

Criminal Case é um jogo de objetos escondidos com temática detetive lançado em 15 de novembro de 2012 no Facebook. Uma versão para iOS foi lançada em todo o mundo em 28 de agosto de 2014, seguida por uma versão para Android, lançada em 15 de abril de 2015. Desenvolvido e publicado pelo estúdio francês Pretty Simple, Criminal Case tem mais de dez milhões de usuários médios mensais. Em 9 de dezembro de 2013, Criminal Case ganhou o prêmio de "Melhor Jogo do Facebook do Ano de 2013".[1]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

O jogador age como um detetive para resolver assassinatos, encontrando pistas relevantes nas cenas do crime clicando em itens na cena. Maiores pontuações podem ser obtidas ao encontrar itens o mais rápido possível. As pontuações obtidas encherão a barra em cada cena. Preencher a barra dará Estrelas ao jogador, uma "moeda" no jogo que podem ser usadas para executar tarefas, como examinar provas e interrogar suspeitos. Durante este processo, o jogador também terá que encontrar as autópsias necessárias e análises que podem demorar algumas horas em tempo real para serem concluídas. Durante o caso, o jogador pode encontrar perfis de assassinos e dicas críticas que serão usadas para capturar o suspeito.

Na última etapa de cada caso, o jogador deve raciocinar qual dos suspeitos é o assassino, usando os perfis do assassino obtidos durante o decorrer do jogo. Ao identificar com sucesso o suspeito, o jogador pode eventualmente prosseguir para as etapas adicionais. Ao terminar as etapas adicionais com êxito, é permitido que o jogador passe para o próximo caso.

Há também elementos de quebra-cabeça para o jogo. Várias atividades de clicar-e-arrastar (chamadas de "mini-games forenses") são dadas para adicionar mais variedade à rotina do jogador. Cenas adicionais em cada caso podem ser desbloqueadas obtendo várias estrelas. Estas cenas adicionais são "rodadas bônus" com vários minigames.

Atualmente, existem mais de 250 casos no jogo, com 45 estrelas em cada caso (à exceção do primeiro caso, que tem 15 estrelas, e o segundo caso, que tem 30 estrelas). 3 medalhas e 3 anéis podem ser ganhos em cada caso. Medalhas de ouro podem ser obtidas em cada caso, ganhando todas as estrelas disponíveis em cada cena. Estas medalhas de ouro desbloqueiam vários pet shops, que permitem que o jogador compre cães policiais que podem ajudá-lo em cada caso, adicionando energia extra, pontos de experiência e cartas da sorte. Além disso, todas as estrelas restantes podem ser usadas para comprar energia, moedas e pacotes de figurinhas.

As cartas da sorte podem ser obtidas de amigos e serem trocadas por vários itens, incluindo pontos de experiência e dicas.

Várias características de progressão também são integradas no jogo, a mais relevante sendo o medidor de energia. Energia é necessária para investigar cenas de crime. Este medidor de energia pode ser preenchido por lanches, como sucos de laranja, batatas fritas e hambúrgueres. A barra de energia pode exceder o seu limite normal, permitindo que o jogador adicione muitos pontos de energia para ela, sem se preocupar que ela acabe rápido.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Em uma versão contemporânea fictícia dos Estados Unidos, o jogo começa quando o protagonista silencioso – um policial novato anônimo cujo nome realmente corresponde ao nome inserido pelo jogador no Facebook – é mostrado começando uma carreira no Departamento de Polícia de Grimsborough, uma força de segurança na cidade fictícia de Grimsborough (que parece ter sido modelada com base na cidade de Nova York). Junto com seu parceiro, David Jones – um detetive sênior, mas preguiçoso e cômico na polícia –, o protagonista logo prova um talento auspicioso, desafiando obstáculos como assassinos implacáveis, serial killers e organizações notórias, chamando até mesmo a atenção do prefeito da cidade no processo. Os casos do jogo são divididos em capítulos e são apresentados no estilo de um romance visual.

Depois de resolver um total de 56 casos em Grimsborough, o protagonista consegue trazer a paz de volta para a cidade, sendo promovido para o Departamento de Polícia de Pacific Bay, a principal força de segurança em Pacific Bay (uma cidade fictícia baseada principalmente em Los Angeles, Califórnia). Então, o protagonista recebe uma festa de despedida de seus colegas da polícia de Grimsborough antes de partir com memórias e respeito.

Saindo de Grimsborough, o protagonista chega na cidade de Pacific Bay. Agora, em parceria com a Oficial Amy Young e o Detetive Frank Knight no Departamento de Polícia de Pacific Bay.

Após resolver os 59 casos de Pacific Bay, o protagonista traz paz para a cidade, e é promovido para a melhor força de segurança do mundo, a Agência. O protagonista parte de Pacific Bay após um funeral realizado para Frank Knight.

Deixando Pacific Bay, o jogador joga em World Edition, que inclui países do mundo real. O protagonista é designado para trabalhar com o Agente Jack Archer e a Detetive Carmen Martinez na Força de Elite.

Finalizando World Edition, Jack Archer lê uma história da cidade de Concordia ao jogador, e o protagonista se imagina na história, o que permite com que o jogador jogue em "Mistérios do Passado", que acontece no passado, mais especificamente no século XIX. Então, em parceria com Maddie O'Malley e Isaac Bontemps do Esquadrão Voador de Concordia, o protagonista deve capturar assassinos e trazer a paz de volta para a cidade de Concordia.

Concluindo os 60 casos de "Mistérios do Passado", e de volta ao presente seguindo os eventos de World Edition, o jogador retorna à Grimsborough para desvendar segredos preocupantes em "A Conspiração", que foca em "segredos e conspirações sombrias" de um objeto misterioso que caiu do céu na floresta de Grimsborough um ano antes dos eventos da temporada. O Departamento de Polícia de Grimsborough também retorna como a força de segurança que serve a cidade.

Ao concluir "A Conspiração", Jack Archer chega em Grimsborough vindo do ano de 2029 e convoca o jogador para ajudar em um incidente que ocorreu no passado, permitindo com que o protagonista jogue em "Viagem no Tempo", viajando e resolvendo casos no passado e no futuro com uma máquina do tempo.

Encerrando "Viagem no Tempo", o jogador volta para o ano de 2019, permitindo o protagonista jogar "Investigações Sobrenaturais", se juntando a uma equipe de caçadores de monstros e tentar trazer a paz nos Estados Unidos com as ameaças de criaturas mitológicas, como vampiros, lobisomens, fantasmas, entre outros.

Popularidade[editar | editar código-fonte]

Em 2013, Criminal Case atraiu mais de dez milhões de usuários médios mensais e tornou-se altamente competitivo com Candy Crush Saga, o jogo mais popular no Facebook, com mais de 46 milhões de usuários médios mensais.

Em 9 de dezembro de 2013, Criminal Case ganhou o prêmio Melhor Jogo do Facebook do Ano de 2013.[2] O jogo tem uma quota de 40% dos usuários do Facebook.[3]

Algumas razões citadas para o sucesso do jogo incluem suas cenas de crime gráficas e suas narrativas significativas.[4]

Referências

  1. «Facebook crowns Criminal Case the top game of 2013». Polygon. 9 de dezembro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2013 
  2. «Facebook Games of the Year 2013». Facebook. 9 de dezembro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2013 
  3. «Made in France 'Criminal Case' conquers Facebook». The Local. 10 de dezembro de 2013. Consultado em 10 de dezembro de 2013 
  4. «Criminal Case - Facebook Showcase Blog». Facebook. Consultado em 23 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]