Criolofossauro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCriolofossauro
Cryolophosaurus jconway.jpg

Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Infraordem: Tetanurae
Micro-ordem: Carnosauria
Família: Incerta sedis
Género: Cryolophosaurus

O criolofossauro ou cryolophossauro (Cryolophosaurus ellioti, do latim "lagarto de crista congelada") foi uma espécie de dinossauro carnívoro e bípede que viveu durante a primeira metade do período Jurássico entre 190 e 175 milhões de anos . Media em torno de 6 metros de comprimento e pesava cerca de uma tonelada. Possuía uma crista nasal peculiar e pequenas protuberâncias acima dos olhos, possuía dentes afiados e serrilhados perfeitos para agarrar as presas.

Os fósseis encontrados deste dinossauro incluem um crânio parcialmente esmagado, uma mandíbula, 30 vértebras, ossos do tornozelo, fêmur e fíbula, ílio, púbis e ísquio. Muitos deles ainda articulados. Eles tinham uma mistura de características de dinossauros mais evoluídos e mais primitivos, causando problemas na classificação, mas hoje acredita-se que ele são tetanuros ou são parentes dos dilofossauros. Na época em que viveu a Antártida tinha florestas sub-tropicais com ocorrência de neve, pradarias etc. Ou seja tinha um clima muito diferente do de hoje, tanto que as modelagens computacionais demonstram que nas áreas costeiras da Antártida a temperatura nunca ficasse abaixo de zero, porém nas áreas mais para dentro do continente as condições no inverno podiam ser extremas. Os criolofossauros habitaram também este ambiente com clima mais frio no interior do continente. Levando-nos a questionar se um réptil de sangue frio conseguiria sobreviver as condições de uma temperatura que muitas vezes chegava a vinte graus abaixo de zero. O que deixa bem claro que pelo menos alguns dinossauros tinham sangue quente, e o criolofossauro realmente precisava desta adaptação para sobreviver ao clima hostil do interior antártico. As escavações de seus fósseis são de difícil acesso ocorrendo quase somente nas áreas costeiras onde o gelo não é permanente permitindo escavações no verão.

O criolofossauro viveu no que hoje é a Antártida e foi descoberto recentemente se comparado aos demais dinossauros, pois seus fósseis foram encontrados em 1994. Esse dinossauro se trata de um raro exemplar de animal pré-histórico do continente antártico, segundo os cientistas deve haver uma grande quantidade de fósseis de animais ainda não identificadas enterrados na Antártida, mas o clima extremamente frio que assola esse continente torna as escavações paleontológicas algo economicamente inviável.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre dinossauros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.