Cristalografia eletrónica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Cristalografia eletrónica (português europeu) ou cristalografia eletrônica (português brasileiro) é um método usado para determinar a disposição de átomos em sólidos através de um microscópio electrónico de transmissão. Este método é usado em diversas situações onde não é possível usar a cristalografia de raios X. O método foi inventado por Aaron Klug, pelo qual recebeu em 1982 o Prémio Nobel de Química.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Klug A. 1978/79. Image analysis and reconstruction in the electron microscopy of biological macromolecules. Chemica Scripta 14. 245-256