Cristiane Justino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cristiane "Cyborg" Justino
Cristiane "Cyborg" Santos (40618979464).jpg
Informações
Nascimento 9 de julho de 1985 (32 anos)
Curitiba, Paraná
Nacionalidade brasileira
norte-americana[1]
Outros nomes Cris Cyborg
Altura 1,72 m[2]
Peso 66 kg
Envergadura 173 cm
Modalidade Muay Thai, Jiu-jitsu brasileiro
Organização(ões) Chute Boxe
The Arena
Atos Jiu Jitsu
Punishment Athletics
Graduação      Faixa preta em muay thai

     Faixa marrom em jiu-jítsu brasileiro

Cartel nas artes marciais mistas
Total 22
Vitórias 20
Por nocaute 17
Por decisão 3
Derrotas 1
Por finalização 1
Sem resultado 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog
última atualização: 5 de março de 2018
Medalhista
Competindo por  Brasil
Grappling
Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu
Ouro Long Beach 2011 74+ Kg
Ouro Long Beach 2012 74+ Kg
ADCC Submission Wrestling World Championship
Bronze Barcelona, Espanha 2009 60+ Kg

Cristiane Justino Venâncio (Curitiba, 9 de julho de 1985), conhecida como Cris Cyborg, é uma lutadora brasileira-estadunidense[1]. É campeã do UFC na categoria dos penas, e foi a última campeã do mesmo peso do extinto Strikeforce. Foi casada com o também lutador de MMA Evangelista "Cyborg" dos Santos. É considerada por muitos especialistas como a maior lutadora de MMA de todos os tempos[3][4].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Comecei a fazer atividade física aos 12 anos, como handball, atletismo e sempre fui muito dedicada, me destacando nos esportes que praticava. Por fim, conheci a luta e estou vivendo disso agora.[5]

Filha de pais separados e com o pai tendo problemas com alcoolismo, Cristiane Justino niciou sua carreira no esporte aos 12 anos, jogando handball. Foi por conta por conta do desempenho nesse esporte que ela ganhou bolsas de estudo em colégios particulares da capital paranaense, e escolheu como caminho a faculdade de educação física.[6] Foi quando Cris estava indo morar em Cascavel para cursar a Faculdade de Educação Física para virar uma jogadora profissional de handball, que ela foi descoberta por um professor de Muay Thai, que se mostrou impressionado com o seu porte físico e a aconselhou a entrar para o mundo das lutas.[7]

Eu estava participando de um torneio amistoso de handball entre homens e mulheres e um dos rapazes, chamado Jorginho, era amigo de mestre Rafael e do mestre Rudimar. Ele me viu treinando handball e me perguntou se eu gostava de luta. Respondi que achava legal, mas nunca tinha feito. Ele me convidou pra fazer uma aula de Muay Thai e eu gostei![5]
Cris Cyborg, sobre seu inicio na carreira das lutas

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

“Minha mãe não gostava de luta, queria que eu fosse dentista. Eu brincava: ‘Mãe, eu até posso tirar dente, mas de outro jeito’”.[6]

Na noite de 17 de maio de 2005, aos 19 anos, Cristiane Justino — ainda sem ainda incorporar o apelido Cyborg, fazia sua primeira luta no MMA, quando sofreu sua única derrota no esporte, antes de se profissionalizar oficialmente[8]. A adversária era a paraense Erica Paes, cinco anos mais velha, e então campeã mundial de jiu-jítsu[9].

Apenas 1min46s depois de o árbitro autorizar a porrada, Cyborg conheceu sua única derrota até hoje. Oficialmente, o revés foi computado como submissão por uma chave de joelho. O staff de Cristiane, porém, alega que a desistência foi relacionada à uma lesão no cotovelo, que foi deslocado em uma queda durante a luta.[9]

Logo se mudou para os Estados Unidos em 2008 para se dedicar ao esporte e foi despontanto no cenário do MMA como uma das principais lutadoras do mundo.

Strikeforce[editar | editar código-fonte]

Em 15 de agosto de 2009, Cristiane venceu por nocaute a norte-americana Gina Carano, invicta até então, conquistando o cinturão da categoria 66 kg no torneio Strikeforce.[10]

Foi em 30 de janeiro de 2010, em sua primeira defesa de título que derrotou a holandesa Marloes Coenen, também por nocaute.[11]

Em junho de 2010 defendeu com sucesso, pela segunda vez, o cinturão do Strikeforce derrotando também por nocaute a lutadora estadunidense Jan Finney.

Ficou um ano e meio sem lutar, principalmente por falta de adversárias que podiam desafiá-la.[12] Entretanto, sua volta aconteceu em dezembro de 2011 contra a japonesa Hiroko Yamanaka na sua terceira defesa de título.[13] Venceu a luta com apenas 16 segundos do primeiro round com um nocaute, mantendo assim o cinturão.[14]

Doping[editar | editar código-fonte]

Em 6 de janeiro de 2012, a Comissão Atlética do Estado da Califórnia divulgou que o exame anti-dopagem de Cristiane realizado após a luta contra Yamanaka, que acusou a presença da substância proibida estanozolol. O resultado da luta foi então alterado para "no contest" e Cristiane foi punida com suspensão de um ano, multa de 2.500 dólares e a perda do cinturão.[15]
A lutadora alega que tomou uma substância indicada por um profissional de sua equipe como um suplemento para ajudar a perder peso para a luta, e que não sabia que se tratava de uma substância ilegal. A lutadora assume a culpa por não ter consultado um médico antes de ingerir a substância.[16]

Invicta FC[editar | editar código-fonte]

Após 16 meses sem lutar, Cris Cyborg retornou ao octógono no dia 5 de abril de 2013 para uma luta contra Fiona Muxlow, em sua estréia pela organização Invicta FC.

Com muita facilidade, Cris venceu por nocaute técnico no primeiro round sem dar a menor chance para a adversária, garantindo a disputa cinturão dos penas do Invicta contra Marloes Coenen em sua próxima luta.[17]

Conquista do Cinturão[editar | editar código-fonte]

No dia 13 de agosto de 2013, Cyborg fez a sua segunda luta no Invicta FC contra Marloes Coenen em um evento inaugural do cinturão do peso pena da organização. Cyborg venceu sua adversária no quarto round por nocaute técnico sem dar chances a Marloes Coenen e mostrando uma boa evolução em wrestling aplicando boas quedas durante a luta.[18]

Defesas de Cinturão[editar | editar código-fonte]

Após um ano e meio afastada do octógono, Cris realizou sua primeira defesa de cinturão dos penas pelo Invicta FC. Na noite de 27 de fevereiro de 2015 enfrentou a canadense Charmaine Tweet em Los Angeles. Sob muita desconfiança pelo longo período sem lutar e a consequente falta de ritmo, Cyborg arrasou a oponente em incríveis 46 segundos do primeiro round com uma trocação agressiva sem dar chance a adversária , sendo a luta paralisada por TKO.[19] No dia 09 de julho de 2015, Cris Cyborg voltou a defender seu cinturão contra a desafiante Faith Van Duin, na luta principal do Invicta FC 13, em Las Vegas. Garantiu a vitória de forma avassaladora, após acertar alguns socos contra o rosto da adversária, em um momento de clinche, acertou uma dura joelhada no tronco da neozeolandeza, que caiu por baixo e foi duramente castigada no ground and pound, fazendo com que o juiz interrompesse a luta por TKO aos 45 segundos.[20] Em janeiro de 2016 Cyborg fez mais uma vez a manutenção de seu título contra a russa Daria Ibragimova tendo um pouco de dificuldade no combate pois Ibragimova buscou a luta agarrada, mesmo assim Cyborg conseguiu o nocaute aos dois segundos parao final do primeiro round.[21]

Lion Fight[editar | editar código-fonte]

Cris Cyborg era esperada para fazer uma luta de Muay Thay em Las Vegas contra Martina Jindrova no dia 20 de setembro de 2013 no Lion Fight 11[22],porém Jindrova se lesionou e foi substituída pela até então invicta Jennifer Colomb. A francesa foi praticamente "atropelada" por Cyborg que aplicou golpes duríssimos em Colomb que no inicio do terceiro round não suportou e acabou perdendo por TKO.[23] No dia 28 de Março de 2014 Cyborg disputou o cinturão feminino inaugural até 65 kg do Lion Fight, ela travou uma dura batalha contra a veterana do Muay Thai Jorina Baars. Cyborg acabou perdendo por decisão unanime dos juízes.[24]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Em 2015 Cyborg confirmou nas redes sociais que tinha assinado com o UFC porém continuaria suas lutas no Invicta FC por não haver sua categoria na organização.[25]. Já em 2016 o Ultimate finalmente anuncia Justino para o UFC 198 que está sendo preparado para ser a maior edição do Ultimate no Brasil. Porém a luta ainda não acontecerá em sua categoria (até 65,8kg) pois o UFC não abriu o sua categoria até o momento. Cyborg enfrentou a americana Leslie Smith no dia 14 de Maio 2016 no UFC 198. Cyborg venceu por nocaute no primeiro round.

Cyborg enfrentou a estreante no UFC, Lina Länsberg, no UFC Fight Night 95 em 24 de setembro de 2016, no Brasil em mais uma luta de peso-casado (63,5 kg). Cris venceu novamente por nocaute técnico, aos 2:29 do segundo round.

Em Dezembro de 2016, o UFC divulgou a criação da categoria Peso Pena Feminino, marcando a disputa de cinturão para fevereiro de 2017, entre a americana Holy Holm e a holandesa Germaine de Randamie.[26] Dana White, presidente do UFC, disse que ofereceu a luta para Cris Cyborg 2 vezes, mas ela recusou por motivos de saúde.[27] Germaine de Randamie venceu a luta e sagrou-se a primeira campeã Peso Pena Feminino do UFC, mas teve seu cinturão retirado após 4 meses, pois recusou-se a defendê-lo contra Cris Cyborg, alegando que a brasileira envolveu-se com Doping anos atrás. Sendo assim, o UFC escalou a australiana Megan Anderson (campeã Peso Pena do Invicta FC) para enfrentar Cris Cyborg pelo título.[28] No entanto, Megan Anderson teve problemas com o visto e acabou se retirando da disputa, dando lugar à americana Tonya Evinger.[29]

Em 29 de Julho de 2017(UFC 214), Cris Cyborg venceu a americana Tonya Evinger por nocaute técnico (joelhadas) no terceiro round e conquistou o cinturão Peso Pena Feminino.[30]

Em 30 de Dezembro de 2017 (UFC 219), Cris Cyborg venceu a estaduniense Holly Holm por decisão unânime onde foi  até o 5 Round (pela primeira vez na carreira) com Holm, e manteve o cinturão Peso Pena Feminino.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 20-1 (1) Rússia Yana Kunitskaya Nocaute Técnico (socos) UFC 222: Cyborg vs. Kunitskaya 03/03/2018 1 3:25 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Defendeu o Cinturão Peso Pena Feminino do UFC.
Vitória 19-1 (1) Estados Unidos Holly Holm Decisão (unânime) UFC 219: Cyborg vs. Holm 30/12/2017 5 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Defendeu o Cinturão Peso Pena Feminino do UFC; Luta da Noite.
Vitória 18-1 (1) Estados Unidos Tonya Evinger Nocaute Técnico (joelhadas) UFC 214: Cormier vs. Jones II 29/07/2017 3 1:56 Estados Unidos Anaheim, California Ganhou o Cinturão Peso Pena Feminino Vago do UFC.
Vitória 17-1 (1) Suécia Lina Lansberg Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Cyborg vs Lansberg 24/09/2016 2 2:29 Brasil Brasília Peso Casado (63,5kg).
Vitória 16-1 (1) Estados Unidos Leslie Smith Nocaute Técnico (socos) UFC 198: Werdum vs. Miocic 14/05/2016 1 1:21 Brasil Curitiba Estréia no UFC, Peso Casado (63,5kg).
Vitória 15-1 (1) Rússia Daria Ibragimova Nocaute (socos) Invicta FC 15: Cyborg vs. Ibragimova 16/01/2016 1 4:58 Estados Unidos Corta Mesa, California Defendeu o Cinturão Peso Pena do Invicta FC.
Vitória 14-1 (1) Nova Zelândia Faith Van Duin Nocaute Técnico (joelhada no corpo e socos) Invicta FC 13: Cyborg vs. Van Duin 09/07/2015 1 0:45 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Defendeu o Cinturão Peso Pena do Invicta FC.
Vitória 13-1 (1) Canadá Charmaine Tweet Nocaute Técnico (socos) Invicta FC 11: Cyborg vs. Tweet 27/02/2015 1 0:46 Estados Unidos Los Angeles, California Defendeu o Cinturão Peso Pena do Invicta FC.
Vitória 12-1 (1) Países Baixos Marloes Coenen Nocaute Técnico (socos e cotoveladas) Invicta FC 6: Coenen vs Cyborg 13/07/2013 4 4:02 Estados Unidos Kansas City, Kansas Ganhou o Cinturão Peso Pena Inaugural do Invicta FC.
Vitória 11-1 (1) Austrália Fiona Muxlow Nocaute Técnico (joelhadas e socos) Invicta FC 5: Penne vs. Waterson 05/04/2013 1 3:49 Estados Unidos Kansas City, Missouri Estréia no Invicta FC.
NC 10-1 (1) Japão Hiroko Yamanaka Sem Resultado Strikeforce: Melendez vs. Masvidal 17/12/2011 1 0:16 Estados Unidos San Diego, California Defendeu o Cinturão Peso Pena Feminino do Strikeforce; Cristiane foi pega no doping.
Vitória 10-1 Estados Unidos Jan Finney Nocaute Técnico (joelhada no corpo e socos) Strikeforce: Fedor vs. Werdum 26/06/2010 2 2:15 Estados Unidos San Jose, California Defendeu o Cinturão Peso Pena Feminino do Strikeforce.
Vitória 9-1 Países Baixos Marloes Coenen Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Miami 30/01/2010 3 3:40 Estados Unidos Sunrise, Florida Defendeu o Cinturão Peso Pena Feminino do Strikeforce.
Vitória 8-1 Estados Unidos Gina Carano Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Carano vs. Cyborg 15/08/2009 1 4:59 Estados Unidos San Jose, California Ganhou o Cinturão Peso Pena Feminino Inaugural do Strikeforce.
Vitória 7-1 Japão Hitomi Akano Nocaute Técnico (socos) Strikeforce: Shamrock vs. Diaz 11/04/2009 3 0:35 Estados Unidos San Jose, California
Vitória 6-1 Japão Yoko Takahashi Decisão (unânime) EliteXC: Heat 10/04/2008 3 3:00 Estados Unidos Sunrise, Florida
Vitória 5-1 Estados Unidos Shayna Baszler Nocaute Técnico (socos) EliteXC: Unfinished Business 26/07/2008 2 2:48 Estados Unidos Stockton, California
Vitória 4-1 Brasil Marise Vitoria Nocaute Técnico (interrupção do córner) Storm Samurai 12 25/11/2006 1 1:27 Brasil Curitiba
Vitória 3-1 Brasil Elaine Santiago Nocaute Técnico (interrupção do córner) Storm Samurai 11 21/05/2006 1 2:46 Brasil Curitiba
Vitória 2-1 Estados Unidos Chris Schroeder Nocaute Técnico (socos) Storm Samurai 10 28/01/2006 1 N/A Brasil Curitiba
Vitória 1-1 Brasil Vanessa Porto Decisão (unânime) Storm Samurai 9 20/11/2005 3 5:00 Brasil Curitiba
Derrota 0-1 Brasil Erica Paes Finalização (chave de perna) Show Fight 2 17/05/2005 1 1:46 Brasil Curitiba

Cartel no Muay Thai[editar | editar código-fonte]

Muay Thai record

Cartel em Finalizações (Submission grappling)[editar | editar código-fonte]

Resultado Oponente Método Evento Data Notas
Vitória Finlândia Venla Luukkonen Pontos (11 x 0) 2012 IBJJF World Jiu-Jitsu Championships 02012-06-01 1 de junho de 2012 Faixa roxa feminino - Final
Vitória Estados Unidos Hillary VanOrnum Pontos (4 x 0) 2012 IBJJF World Jiu-Jitsu Championships 02012-06-01 1 de junho de 2012 Faixa roxa feminino - Semifinal
Vitória Estados Unidos Maia Matalon Finalização (chave de braço) 2012 IBJJF World Jiu-Jitsu Championships 02012-06-01 1 de junho de 2012 Faixa roxa feminino - Quartas de final
Vitória Estados Unidos Amanda Lucas Pontos (8 x 0) 2011 IBJJF World Jiu-Jitsu Championships 02011-06-03 3 de junho de 2011 Faixa roxa feminino - Final
Vitória Canadá Sarah Draht Pontos (16 x 0) 2011 IBJJF World Jiu-Jitsu Championships 02011-06-03 3 de junho de 2011 Faixa roxa feminino - Semifinal
Vitória Brasil Rosangela Conceicao Decisão 2009 ADCC Submission Wrestling World Championships 02009-09-27 27 de setembro de 2009 +60 kg feminino - Bronze
Derrota África do Sul Penny Thomas Pontos (2 x 1) 2009 ADCC Submission Wrestling World Championships 02009-09-27 27 de setembro de 2009 +60 kg feminino - Semifinal
Vitória Suécia Ida Hansson Pontos (10 x 0) 2009 ADCC Submission Wrestling World Championships 02009-09-26 26 de setembro de 2009 +60 kg feminino - Quartas de final

Referências

  1. a b Ag. Fight (13 de dezembro de 2016). «Cris Cyborg se naturaliza cidadã americana, veja». UOL Esportes. Consultado em 31 de julho de 2017 
  2. http://www.ufc.com.br/fighter/Cris-Cyborg
  3. sportv.globo.com/ Cris Cyborg: fenômeno, determinação, talento nato ou obsessão por treinos?
  4. torcedores.com/ Cris Cyborg refuta comparações com Mike Tyson
  5. a b combatsport.com.br/ Cris Cyborg, a Máquina do MMA
  6. a b rollingstone.uol.com.br/ Humildade Brutal: Cris Cyborg, maior nome do MMA atualmente, tem preocupações maiores do que manter o cinturão
  7. sportv.globo.com/ Do handebol para o octógono, Cris Cyborg pede mais mulheres no MMA
  8. dibradoras.com.br/ Cris Cyborg, a mulher invencível que está mudando a história do MMA feminino
  9. a b gazetadopovo.com.br/ Quando Cris (ainda não era Cyborg) e perdeu pela primeira e única vez na carreira
  10. «Cris Cyborg nocauteia Gina Carano e vence "maior luta feminina da história"». Gazeta do Povo. 16 de agosto de 2009. Consultado em 31 de julho de 2017 
  11. «Cris Cyborg nocauteia holandesa no terceiro round e mantém título». UOL Esporte 
  12. BRUM, Adriana. «Estrela nos EUA, Cris Cyborg curte tranquilidade curitibana». Gazeta do Povo 
  13. SARGENT, Robert. «Cris Cyborg To Face Hiroko Yamanaka In Strikeforce Return» (em inglês). MMARising.com 
  14. STUPP, Dann. Notícia no mmajunkie.com «'Strikeforce: Melendez vs. Masvidal' results: Santos stops Yamanaka in 16 seconds» Verifique valor |url= (ajuda) (em inglês). MMAjunkie.com 
  15. «Flagrada, Cris Cyborg é punida por anabolizantes e perde cinturão». Portal Terra. 6 de janeiro de 2012 
  16. http://www.superlutas.com.br/noticias/8770/cris-cyborg-assume-doping-e-pede-desculpas-aos-fas/
  17. http://www.mmabyneko.com.br/cris-cyborg-nocauteia-fiona-muxlow-e-disputara-cinturao-do-invicta/
  18. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/07/cris-cyborg-domina-marloes-coenen-e-leva-cinturao-peso-pena-do-invicta.html/
  19. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/02/avassaladora-cris-cyborg-nocauteia-tweet-em-46s-e-mantem-cinturao.html
  20. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/07/cris-cyborg-arrasa-van-duin-em-45s-e-mantem-cinturao-dos-penas-do-invicta.html
  21. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/01/cris-cyborg-e-livia-renata-vencem-facil-e-mantem-cinturao-do-invicta-fc.html
  22. http://www.imperiomma.com/cris-cyborg-fara-luta-de-muay-thai-em-las-vegas/
  23. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2013/09/cris-cyborg-atropela-francesa-em-competicao-de-muay-thai-nos-eua.html#atleta-cris-cyborg
  24. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2014/03/cyborg-perde-na-decisao-unanime-e-holandesa-vence-cinturao-do-lion-fight.html
  25. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/03/cris-cyborg-confirma-contrato-com-o-ufc-e-desafia-ronda-mais-uma-vez.html#atleta-cris-cyborg
  26. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/12/ufc-lanca-divisao-peso-pena-feminino-com-holm-x-de-randamie-pelo-titulo.html
  27. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/12/cris-cyborg-revela-estar-em-depressao-e-promete-voltar-lutar-em-marco.html
  28. http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/mma/mma-noticias/2017/06/19/noticia_mma,409844/ufc-tira-cinturao-de-holandesa-e-anuncia-cyborg-x-anderson-pelo-titulo.shtml
  29. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2017/06/megan-anderson-sai-do-ufc-214-e-cyborg-agora-enfrenta-tonya-evinger.html
  30. http://www.lance.com.br/lutas/cyborg-nocauteia-evinger-terceiro-round-conquista-cinturao-ufc.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Cristiane Justino
Vago
Último detentor do título:
Países Baixos Germaine de Randamie
campeã do peso-pena feminino do UFC
29 de julho de 2017 – presente
Atual Detentor