Cristianização da Escandinávia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Viking ship
História da
Escandinávia


A cruz cristã da Pedra de Frösö, simbolizando a Cristianização de Jemtlanda

A Cristianização da Escandinávia aconteceu entre os séculos VIII e XII. Os reinos da Escandinávia, Dinamarca, Noruega e Suécia estabeleceram suas próprias Arquidioceses, responsáveis diretamente ao papa, em 1103, 1154 e 1164, respectivamente. A conversão para o Cristianismo do povo escandinavo necessitaria mais tempo, uma vez que precisava de esforços adicionais para estabelecer uma rede de igrejas. Os lapões permaneceram fora desse processo até o século XVIII.

Da fato, apesar de os escandinavos terem se tornado nominalmente cristãos, foi preciso um tempo consideravelmente maior para as reais crenças cristãs se estabelecerem entre a população. As antigas tradições vikings que haviam provido segurança e estrutura desde os tempos antigos foram desafiadas por ideias que eram não-familiares, como o pecado original, a encarnação, e a Trindade.[1] Escavações arqueológicas de locais de sepultamento na ilha de Lovön próximos à atual Estocolmo mostraram que a cristianização real das pessoas foi bem devagar e levou pelo menos 150-200 anos,[2] e esta era um local central do reino sueco. Inscrições de runas do século XIII a partir do município mercante de Berga na Noruega mostram pouca influência cristã, e uma delas recorre a uma Valquíria[3]. Nesta época, conhecimento suficiente da mitologia nórdica permaneceu para ser preservado em fontes como os Eddas, na Islândia.

Referências

  1. Schön 2004, p. 170
  2. Schön 2004, p. 172
  3. Schön 2004, p. 173

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bæksted, Anders (1986). Goð og hetjur í heiðnum sið, Eysteinn Þorvaldsson translated to Icelandic. Reykjavík: Örn og Örlygur.
  • Christianization of Sweden Encyclopædia Britannica article
  • Kaufhold, Martin (2001), Europas Norden im Mittelalter, Wissenschaftliche Buchgesellschaft (em alemão)
  • Larsson, M. G. (2002). Götarnas riken. Upptäcksfärder till Sveriges enande. Atlantis, Stockholm. ISBN 91-7486-641-9. (sueco)
  • Sanmark, Alexandra: Power and conversion : a comparative study of Christianization in Scandinavia; Uppsala : Department of Archaeology and Ancient History, Uppsala University, Occasional papers in archaeology: 34; ISBN 91-506-1739-7 Also: Ph. D. Thesis, 2002 London, University College
  • Schön, Ebbe. (2004). Asa-Tors hammare, Gudar och jättar i tro och tradition. Fält & Hässler, Värnamo. ISBN 91-89660-41-2 (sueco)
Ícone de esboço Este artigo sobre Escandinávia (geral) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.