Cristina Pîrv

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cristina Pirv)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pirv
Informação pessoal
Nome completo Cristina Lucretia Pîrv
Data de nascimento 29 de junho de 1972 (43 anos)
Local de nascimento    Turda, Romênia
Altura 1,85 m [1]
Posição Atacante
Seleção nacional
Romênia

Cristina Lucretia Pîrv (Turda, 29 de junho de 1972) é uma ex-jogadora de voleibol romena naturalizada brasileira, que hoje exerce a função de Embaixadora da Federação de Vôlei da Romênia no mundo. Foi casada com o também jogador de vôlei Gilberto Godoy (Giba), com quem tem dois filhos.[2] [3]

Cristina nasceu na Romênia, e logo se interessou pelo voleibol, na idade de oito anos. Ao mesmo tempo praticava patinação no gelo e atletismo ainda em seu país, mas impulsionada por procurar um esporte coletivo, decidiu-se pelo vôlei. Aos 14 anos, ela foi chamada para fazer parte do time juvenil do Dínamo Bucareste. Segunda Cristina, seus pais e seu treinador eram contras de deixa-lá sair de Turda (sua cidade natal), tão jovem. Contrariando o desejo dos mais próximos Pirv, como é conhecida transferiu-se para Bucareste. Ao longo do tempo e demonstrando ter habilidades com o vôlei invés de jogar na equipe juvenil, Cristina começou a atuar na equipe adulta ainda aos 14 anos. Com 16 anos Cristina já integrava a equipe da seleção feminina de volleyboll Romena, onde atuou com a camisa da seleção por mais de 15 anos.

Aos 18 anos, perto da queda do comunismo romeno, Pirv, e duas amigas resolveram fugir do clube e protestar entre as ruas de Bucareste. Ela e um grupo de meninas se refugiaram-se de baixo de um hotel, mas mais tarde retornaram ao clube, e respectivamente foram ameaçadas pela polícia. Na época até então, não sabiam se realmente o comunismo romeno iria cair ou não. E o Dínamo Bucareste, era comandado pela polícia do país, o que obrigava Pirv, dar informações sobre sua família há cada 3 meses.

Em 1990 Cristina foi considerada a melhor jogadora da Europa. Suas características de ataque, foram alvos de olheiros de clubes europeus. Em 1998, Pirv foi novamente considerada a melhor jogadora da Europa. Respectivamente em campeonatos Austríaco E Italiano.

Pirv conta também em que anos antes do comunismo cair, países como a Itália já tinham chego a pedir asilo para a então atleta poder jogar em campeonatos disputados, mas Pirv sempre se negava a ir para não prejudicar sua família no país natal.

Um ano depois, caiu o regime de comunismo da Romênia, e Cristina foi chamada por diversos países da Europa para atuar como, Grécia, Itália, Espanha, dentre outros, mas Pirv preferiu seguir para Itália porque segundo ela mesma era a "referência da época".

Enquanto na Romênia não queriam deixar a grande referência ir embora, mas mais uma vez Pirv, tomou outro caminho e foi atuar em São Lazaro (San Lazzaro), na Itália. Periodo em que ficou na cidade atuando de 1991 até 1995, trocando pelo clube Medinex Reggio Calábria, em Calábria na Itália. Logo após a temporada 95/96 e 96/97 dirigentes do clube Minas Tênis Clube, convidaram, Cristina para ir jogar ao Brasil. Aceito o Convite, Cristina jogou 3 temporadas no Minas alternando juntamente com Calabria da Itália. Em uma das temporadas Cristina foi campeã italiana, e em outra foi campeã da superliga feminina com a camisa do time do Minas.

Em 2002, Cristina retornou a Itália assinando contrato com Asystel/Novara, onde jogou por 3 temporadas. 2002/2003 2003/2004 e 2005/2006 onde foi campeão de suppercoppa e ligas italianas com a camisa do time respectivamente passando pelo nome de Sant´Orsola/Novara.

Na temporada de 2004/2005 Cristina atuou no Racing Club de Cannes, na França. Ganhando 1 campeonato Frances, e uma suppercopa francesa. O contrato com clube acabou antes do previsto pois no periodo Pirv descobriu sua primeira gravidez. Com então 31 anos de idade.

Em 2003, começou a namorar o também jogador de vôlei Giba, com quem se casou no mesmo ano, no dia do Natal, na Romênia em um castelo. Em 2004 com Giba disputando os Jogos Olímpicos, Cristina estava grávida da primeira filha do casal: Nicoll Pirv de Godoy.

Em 2005, Cristina e Giba retornaram à Itália, e Cristina assinou contrato com o clube italiano Asystel Novara, já por pressão por parte do então marido, e sua mãe Otilia, demonstravam desejo que depois que a pequena Nicoll nascesse, Cristina parasse de jogar voleibol, mas Pirv continuou jogando.

Um ano depois, Cristina com 34 anos, se aposentou por problemas cardíacos e passou a atuar como empresária do marido. No ano de 2008, durante os Jogos Olímpicos de Pequim, Cristina novamente estava grávida, do segundo filho do casal: Patrick Pirv de Godoy

Segundo Cristina, o inicio da carreira de empresária, retornaram convites para atuar como jogadora novamente mas agora na Rússia, mas por opção de uma nova carreira e família resolveu não prosseguir mais na antiga carreira.

Em 2012, Cristina e Giba divorciaram-se após 9 anos de casamento.

Logo após o término do relacionamento, Pirv, abriu uma loja virtual chamada "Donna Chic 11" com o número onze fazendo alusão ao número de sua camisa nas quadras. Na loja virtual Cristina disponibilizava produtos como Louis Vuitton, Chanel, Burberry, Dior, Torry Burch e entre outras marcas Europeias e Norte Americanas. A loja virtual era disponibilizada no site de fotos Instragram, hoje a loja não funciona mais. Porque Pirv recebeu uma proposta parecida com sua loja para lidar com o mercado do luxo.

Com isso Pirv se engajou em um novo empreendimento na escola "Centro Europeu" de Curitiba, se tornando coordenadora-geral do curso "Mercado do Luxo" abrangendo o mercado sul-americano, norte-americano e europeu de grandes marcas, e consultorias de empresa e pessoal.

Pirv também estudou gastronomia, atuando apenas na escola.

Em maio de 2016, Pirv foi nomeada Embaixadora da Federação de Vôlei da Romênia no mundo, tendo a função de criar parcerias e intercâmbios para o desenvolvimento do esporte no país tanto no Brasil, quanto na Romênia. Cristina foi chamada pelo novo presidente da federação romena de vôlei para integrar e fazer parte do novo time.

A cerimônia como embaixadora da federação aconteceu no dia 4 de maio em Bucareste, porém foi divulgada oficialmente apenas no dia 11 de maio pelo jornal Estadão/Esportes, e logo depois confimado por Cristina.

Naturalização para atuar na seleção brasileira de vôlei[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 1999/2000 com o Minas disputando a superliga, e Pirv sendo estrangeira com maior número de pontos, logo começaram a especular uma possivel naturalização da romena, já que então, na época a seleção romena não era muito conhecida e nem disputada em campeonatos como Olimpiadas, FIVB, dentre outros.

O então técnico da seleção feminina, Bernardinho, convidou Pirv para integrar o time. Pirv pouco se pronunciou sobre o assunto, mas a certo momento demonstrou desejo de entrar na seleção brasileira para poder disputar as Olimpiadas de Sidney. Como o processo de naturalização era longo e demorado, na época Pirv, acabou desistindo, não só por isso mas porque segunda ela mesma ela era capitã da nacional romena por mais de 10 anos, e não poderia deixar a seleção do país natal, para migrar para outro.

Mesmo assim por diversas vezes, técnicos brasileiros insistiram para sua naturalização, mas nunca ocorreu de Pirv vestir a camisa brasileira para entrar em quadra.

Na Itália, especula-se que ela também tenha sido chamada para integrar a seleção de lá, porém Pirv deu sua negativa novamente.

Em 2002, Pirv e a seleção romena disputaram o FIVB (Copa mundial de vôlei), em jogos contra Cuba, Egito, Canada, Holanda e Coréia. O campeonato foi disputado na Alemanha.

No final do FIVB, a Romênia ficou 16° posição de 24°posições do campeonato, sendo o México o último colocado.

Parentesco no voleibol[editar | editar código-fonte]

Cristina também, tem uma sobrinha chamada Ariana Pirv, a qual atua também, no voleibol, na série A2, do vôlei italiano. Ariana, é romena, mas atua e mora na Itália há muitos anos.

Em maio de 2016, sua sobrinha, passa a integrar a Seleção Nacional de Vôlei Feminino da Romênia, retornando o sobrenome Pirv, nas quadras de vôlei romena.

Ariana, namorou o famoso e em ascensão jogador de vôlei, Simone Gianelli

Ariana atuou em clubes como:

Chieri B1

Soverato A2

Trento A2

e atualmente atua no Beng Rovigo Volley A2.

Ariana, conseguiu o feito de entrar assim como sua tia, antes dos 20 anos na seleção de seu país natal.

Clubes em que atuou[editar | editar código-fonte]

  • 1986-1991 - Dínamo Bucareste (ROM)
  • 1991-1993 - Edilfornaciai S.Lazzaro (ITA)
  • 1993-1994 - Gipsy S.Lazzaro (ITA)
  • 1994-1995 - Sabelli Conad Fano (ITA)
  • 1995-1996 - Medinex Reggio Calabria (ITA)
  • 1996-1997 - Medinex Reggio Calabria (ITA)
  • 1997-1998 - MRV Suggar Minas (BRA)
  • 1998-1999 - Medinex Reggio Calabria (ITA)
  • 1999-2000 - Minas (BRA)[4]
  • 2000-2001 - Capo Sud Reggio Calabria (ITA)
  • 2001-2002 - Minas (BRA)[4]
  • 2002-2003 - Asystel Novara (ITA)
  • 2003-2004 - Asystel Novara (ITA)
  • 2004-2005 - Rc Cannes (FRA)
  • 2005-2006 - Sant'Orsola Asystel Novara (ITA)

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • 1° Campeonato Romeno - 1988 - Dínamo Bucareste
  • 1° Campeonato Romeno - 1989 - Dínamo Bucareste
  • 1° Campeonato Romeno - 1990 - Dínamo Bucareste
  • 3° Superliga - 1997/98 - MRV Minas
  • 2° Liga Italiana - 1998/99 - Medinex Reggio Calábria
  • 2° Superliga - 1999/00 - MRV Minas
  • 1° Campeonato Paulista - 2000 - MRV São Bernardo
  • 1° Campeonato Sulamericano Clubes - 2000 - MRV Minas
  • 1° Supercopa dos Campeões - 2000 - MRV Minas
  • 1° Liga Italiana - 2000/01 - Medinex Reggio Calábria[1]
  • 1° Superliga - 2001/02 - MRV Minas
  • 1° Copa CEV - 2002/03 - Asystel Novara[1]
  • 2° Liga Italiana - 2002/03 - Asystel Novara
  • 3° Supercoppa Italiana - 2002 - Asystel Novara
  • 3° Torneio Memorial Francesco Taverna (Crema) - 2003 - Asystel Novara
  • 1° Supercoppa Italiana - 2003 - Asystel Novara[1]
  • 1° Torneio Cidade de Sanremo - 2003 - Asystel Novara
  • 1° Torneio Memorial Facchini (Borgomanero) - 2003 - Asystel Novara
  • 1° Coppa Itália - 2004 - Asystel Novara[1]
  • 1° Campeonato Francês - 2004/2005 - RC Cannes
  • 1° Copa da França - 2005 - RC Cannes
  • 1° Torneio Cittá Frosolone - 2005 - Sant'Orsola Novara
  • 1° Supercoppa Italiana - 2005 -Sant'Orsola Asystel Novara[1]
  • 1º Top Teams Cup 2006 [1]

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Melhor jogadora Campeonato Europeu 1990 - Austria
  • Melhor jogadora Campeonato Europeu 1998 - Itália
  • Melhor jogadora Campeonato Universitários 1993 - EUA
  • Melhor recepção Superliga 97/98 - MRV Minas
  • Melhor atacante Superliga 97/98 - MRV Minas
  • Maior pontuadora Superliga 97/98 - MRV Minas
  • Melhor recepção Liga Italiana 98/99 - Medinex Reggio Calábria
  • Maior pontuadora Superliga 99/00 - MRV Minas
  • Melhor jogadora Liga Italiana 99/00 - Medinex Reggio Calábria
  • Melhor atacante Sulamericano Clubes 2000 -MRV Minas
  • Melhor estrangeira Superliga 00/01 - MRV Minas
  • Maior pontuadora Superliga 00/01 - MRV Minas
  • Melhor recepção 01/02 - MRV Minas
  • Maior pontuadora Superliga 01/02 -MRV Minas
  • Melhor jogadora novembro da Liga Italiana 02/03 - Asystel Novara
  • Melhor jogadora Copa CEV 02/03 -Asystel Novara
  • Melhor jogadora Torneio Sanremo 2003 - Asystel Novara
  • Melhor jogadora Supercoppa Italiana 2003 - Asystel Novara
  • Melhor Jogadora Torneio Città Frosolone - 2005 - Sant'Orsola Novara

Referências

  1. a b c d e f g «Cristina Pirv» (em italiano). Lega Pallavolo Serie A Femminile. Consultado em 2 dejulho de 2012. 
  2. «Giba comemora nascimento do segundo filho». Estadão Esportes. 3 de setembro de 2008. Consultado em 2 dejulho de 2012. 
  3. Bruno Voloch (24 de janeiro de 2012). «Após 9 anos, chega ao fim o casamento de Giba e Cristina Pirv». UOL Esporte. Consultado em 2 de julho de 2012. 
  4. a b Bruno Voloch (17 de abril de 2012). «Giba negocia retorno ao Minas; clube sonha com volta de Cristina Pirv às quadras». Consultado em 2 de julho de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]