Crochê

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde fevereiro de 2015).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde fevereiro de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Detalhe de uma toalha de mesa de crochê.

Crochê ou croché (em francês crochet) é uma espécie de artesanato feito com uma agulha especial, dotada de um gancho. Consiste em produzir um trançado semelhante ao de uma malha rendada.

O crochê tunisiano é uma técnica semelhante à do tricô manual, porém é realizado com uma única agulha com um gancho na extremidade, tal como a agulha de crochê tradicional. Existem diversos números de agulha para executar um trabalho em crochê. Elas se distinguem de acordo com a largura do fio utilizado.

Origem do crochê[editar | editar código-fonte]

A palavra "crochê" tem origem no francês medieval croké, termo que designava um instrumento de ferro recurvado, uma espécie de gancho, que permitia suspender ou segurar alguma coisa. No século XIX, surge na França a expressão broder au crochet (literalmente, "bordar com o gancho").[1] Encyclopædia Britannica.[2]

Exemplo do início de uma corrente no crochê.

Ninguém tem a certeza de quando ou onde o crochê começou. Segundo os historiadores os trabalhos de crochê tem origem na Pré-história. A arte do crochê, como a conhecemos atualmente, foi desenvolvida no século XVI. O escritor dinamarquês Lis Paludan tentou descobrir a origem do crochê na Europa e fundamentou algumas teorias. A mais provável é a de que o crochê se originou na Arábia e chegou à Espanha pelas rotas comerciais do Mediterrâneo. Também há indícios posteriores da técnica em tribos da América do Sul, que usavam adornos de crochê em rituais da puberdade. Na China, bonecas eram feitas com a mesma técnica. Entretanto, o autor afirma que não há evidência concreta sobre o quão antiga é a arte do crochê.[3]

A origem mais provável vem da técnica de costura chinesa, uma forma primitiva de bordado que foi difundida no Oriente Médio e chegou à Europa por volta de 1700. Mas o crochê só começou a ser fortemente difundido em 1800. A francesa Éléonore Riego de la Branchardière desenhou padrões que podiam ser facilmente duplicados e publicou em livros para que outras pessoas pudessem começar a copiar os desenhos.[4] Os trabalhos com a técnica do crochê podem ser realizados com qualquer tipo de fio ou material, a depender da peça a ser executada - uma toalha delicada ou uma colcha, um casaco, um tapete resistente etc.

O Crochê em Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal, o crochê (mais frequentemente escrito como crochet) é uma técnica muito utilizada, fazendo parte da história e tradições do país. Muito antes do período da ditadura, em que as mulheres não estavam autorizadas a trabalhar ou estudar, as meninas tinham aulas de crochet e outras artes manuais (tricot, ponto cruz, corte e costura) para utilização nas tarefas domésticas. As mulheres que aprendiam estas artes manuais desde cedo, eram tidas como "mulheres muito prendadas" o que as valorizava para o casamento.

O Crochê na actualidade (Séc. XXI)[editar | editar código-fonte]

Actualmente o crochê ou crochet é uma técnica muito utilizada por criadores de moda mundiais em vestidos, camisolas, acessórios de moda, o que tornou esta técnica muito versátil, mais contemporânea e moderna, ao mesmo tempo que com mais utilidade e apreciada por todos. Por ser uma técnica que pode ser utilizada nas mais variadas texturas e qualidade de fios, é tão frequente vê-la nos desfiles de Outono/Inverno como nos desfiles de Primavera/Verão.

Referências

  1. TLFi. "Crochet".
  2. "Crochet"
  3. History of Crochet. por Ruthie Marks.
  4. Riego de la Branchardiere, Eleonore: Knitting, Crochet, and Netting, With Twelve Illustrations. London: S. Knights, 1846.
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Crochê

Uma tecnica nuuor