Cronicamente Inviável

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cronicamente Inviável
Cartaz do filme, destacando o ator Cecil Thiré.
 Brasil
2000 •  cor •  101 min 
Direção Sérgio Bianchi
Produção Sérgio Bianchi
Gustavo Steinberg
Alvarina Souza e Silva
Roteiro Sérgio Bianchi
Gustavo Steinberg
João Emanuel Carneiro (Colaboração)
Elenco Cecil Thiré
Betty Gofman
Daniel Dantas
Dan Stulbach
Umberto Magnani
Dira Paes
Leonardo Vieira
Cosme dos Santos
Zezé Mota
Zezeh Barbosa
Cláudia Mello
Rodrigo Santiago
Gênero drama
Direção de arte Pablo Vilar
Beatriz Bianco
Jean-Luis Leblanc
Cinematografia Marcelo Coutinho
Antônio Penido
Distribuição Rio filmes
Lançamento 28 de abril de 2000[1]
Idioma português
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Cronicamente Inviável é um filme brasileiro de 2000 dirigido por Sérgio Bianchi e escrito por Beatriz Bracher e Sergio Bianchi. Com roteiro de Gustavo Steinberg e colaboração de João Emanuel Carneiro.

Conta com: Umberto Magnani, Cecil Thiré, Dira Paes, Betty Gofman, Daniel Dantas, Dan Stulbach, Zezeh Barbosa, Leonardo Vieira, Cosme dos Santos e entre outros no elenco da trama.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme mostra trechos das histórias de 6 personagens, mostrando a dificuldade de sobrevivência mental e física em meio ao caos da sociedade brasileira, que atinge a todos independentemente da posição social ou da postura assumida.[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «A volta do maldito». UOL. 23 de abril de 2000. Consultado em 29 de junho de 2016. 
  2. Adoro Cinema. «Cronicamente Inviável». Consultado em 22 de junho de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.