Cronologia dos ataques de 11 de setembro de 2001

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
13 de setembro de 2001: bombeiro de Nova York olha para o que sobrou da Torre Sul do World Trade Center.

Cronologia dos ataques de 11 de setembro de 2001. O horário está estabelecido segundo o horário de verão da costa leste dos Estados Unidos (UTC-4).

Antes da colisão ao edifício: 7:59 - 8:46 (hora local)[editar | editar código-fonte]

  • 7:59:O voo 11 da American Airlines, um Boeing 767 com noventa e duas pessoas a bordo, decola do Aeroporto Internacional Logan de Boston até Los Angeles.
  • 8:14: O voo 175 da United Airlines, um Boeing 767 com sessenta e cinco pessoas a bordo, decola do Aeroporto Internacional Logan de Boston até Los Angeles.
  • 8:14: Mohamed Atta toma o controle do voo 11 da American Airlines sobre o centro de Massachussets e a aeronave muda sua rota para o sul.
  • 8:19: Betty Ong, aeromoça do voo 11, alerta a American Airlines via AirPhone: "A cabine não responde, alguém foi esfaqueado na classe executiva."
  • 8:21: O voo 77 da American Airlines, um Boeing 757 com sessenta e quatro pessoas a bordo, decola do Aeroporto Internacional Dulles de Washington até Los Angeles.
  • 8:24: Uma transmissão de rádio do voo 11 é ouvida: "Nós temos alguns planos. Apenas permaneçam quietos e vocês ficarão bem. Estamos retornando ao aeroporto." Acredita-se que Mohamed Atta, um dos terroristas no voo, acidentalmente pressionou um botão direcionando a mensagem para o rádio ao invés da cabine do avião, como pretendia. Poucos segundos depois, ouve-se Atta dizendo: "Ninguém se mexe. Tudo vai ficar bem. Se você tentar fazer qualquer movimento, você vai pôr em perigo a si mesmo e o avião. Apenas fique quieto."
  • 8:37: A FAA (Federal Aviation Administration, Administração Federal da Aeronáutica) notifica ao NORAD (North American Aerospace Defense Command, Comando de Defesa Aérea da América do Norte) que existe uma suspeita de sequestro do voo 11 da American Airlines.
  • 8:41: O voo 93 da United Airlines, um Boeing 757 com quarenta e quatro pessoas a bordo, decola do Aeroporto Internacional de Newark até São Francisco.
  • 8:42: O voo 11 da American Airlines muda de rota e se dirige a Nova York.

Destruição da Torre Norte: 8:46 - 9:03 (hora local)[editar | editar código-fonte]

  • 8:46:30: O voo 11 da American Airlines se choca com a Torre Norte do World Trade Center, a aproximadamente 790 km/h, entre os andares 93 e 99.
  • 8:47:59: O conselho de segurança do World Trade Center anuncia que os membros da Torre Sul devem voltar aos seus postos e que o edifício estava seguro.
  • 8:49:34 A CNN inicia uma transmissão internacional ao vivo do World Trade Center três minutos depois que o avião a atingiu.
  • 8:58: O voo 175 da United Airlines muda de rota em direção a Nova York .
  • 9:01:03: Um passageiro do voo 175 da United Airlines consegue se comunicar com seu pai via celular: "Está ficando ruim, pai. Uma aeromoça foi esfaqueada. Eles parecem ter facas e gás lacrimogêneo. Eles disseram ter uma bomba. O avião está fazendo movimentos bruscos. Eu não acho que o piloto está no controle. Acho que estamos indo para baixo. Acho que eles pretendem ir a Chicago ou algum lugar e ir em direção um prédio. Não se preocupe, pai. Se isso acontecer, será muito rápido."

Destruição da Torre Sul: 9:03 - 9:37 (hora local)[editar | editar código-fonte]

  • 9:02:57 O voo 175 da United Airlines se choca com a Torre Sul do World Trade Center, a quase 950 km/h, entre os andares 77 e 85. O impacto é transmitido ao vivo pela TV.
  • 9.03 A Casa Branca confirma que o país encontra-se sob ataque.
  • 9:03 A FAA notifica ao NORAD sobre o sequestro do voo 175 da United.
  • 9:07 O chefe de empregados da Casa Branca avisa o presidente George W. Bush que os Estados Unidos se encontram sob ataque. O presidente se encontrava reunido com crianças de uma escola primária em Sarasota na Flórida.
  • 9:10 - 09:25 Richard Clarke, encarregado da oficina antiterrorista, organiza uma vídeo conferência da Casa Branca com os mais altos chefes militares para organizar uma resposta.
  • 9:21 Fecham-se todos os túneis e pontes da ilha de Manhattan.
  • 9:26 A FAA proíbe a decolagem de todos os aviões civis.
  • 9:29 O voo 77 da American Airlines é sequestrado. Uma passageira consegue se comunicar via celular com o marido: "Estamos sendo sequestrados, estão nos mandando para parte de trás do avião e nos ameaçando."
  • 9:31 O presidente George W. Bush faz um pronunciamento na escola primária onde se encontrava, informando que se tratava aparentemente de um ato terrorista.
  • 9:34 A FAA notifica ao NORAD que existe uma suspeita de sequestro do voo 77 da American Airlines.
  • 9:34 O presidente George W. Bush sai da escola primária de Sarasota até o aeroporto.
  • 9:35 O voo 77 da American Airlines muda sua rota em direção a Washington.

Explosão do Pentágono: 9:37 - 10:03 (hora local)[editar | editar código-fonte]

Queda em campo aberto e evacuações oficiais: 10:03 - 20:03 (hora local)[editar | editar código-fonte]

  • 10:03:11 O voo 93 da United Airlines cai em um campo aberto em Shanksville na Pensilvânia.
  • 10:06 A FAA notifica ao NORAD que existe uma suspeita de sequestro do voo 93 da United.
  • 10:28 A Torre Norte entra em colapso.
  • 10:33 A CNN noticia ao vivo, por meio de um telefonema de um de seus membros, a queda de um avião na Pensilvânia.
  • 11:04 O edifício da ONU e a ilha de Manhattan em Nova York são evacuados.
  • 11:07 A Nasa e a Disney são evacuadas imediatamente na Flórida.
  • 11:14 Todos os túneis e avenidas são fechados, assim como a fronteira com o México.
  • 11:16 Todos os aeroportos são evacuados.
  • 11.20: A ONU recebe orientação de evacuação da Casa Branca.
  • 11:45 O presidente Bush pousa na base aérea de Barksdale na Louisiana.
  • 13:04 O presidente Bush declara "alerta máximo" em todo o mundo e se dirige à nação através dos meios de comunicação.
  • 13:37 O presidente Bush deixa a bordo do Air Force One, a base Barksdale.
  • 15:07 O presidente Bush pousa na base aérea Offutt em Nebraska.
  • 16:36 O presidente Bush deixa, a bordo do Air Force One, a base Offutt e ordena ser levado à Casa Branca.
  • 17:25 O edifício 7 do complexo do WTC desaba.
  • 19.00: O presidente Bush chega à Casa Branca.
  • 19:04 A ABC anuncia que a jornalista e apresentadora do programa Politically Incorrect, (em português: Politicamente Incorreto) Barbara Olson estava a bordo do voo 77 da American Airlines que chocou contra o Pentágono.
  • 19:05 O presidente Bush anuncia às emissoras uma transmissão internacional às 20h30min.
  • 19:10 A CNN divulga que haverá um depoimento da Casa Branca às 20h30min.

Depoimento mundial de George W. Bush: 20:30 - 23:10 (hora local)[editar | editar código-fonte]

  • 20:30 O presidente Bush fala à nação.
  • 20:36 A Casa Branca encerra a transmissão.
  • 23:01 A CNN anuncia que o FBI a CIA e o Pentágono estão direcionando suas investigações ao saudita milionário Osama bin Laden.
  • 23:10 As emissoras redirecionam seus boletins informativos para o depoimento do presidente, as suspeitas com relação a Osama bin Laden e a morte de Barbara Olson.