Crossfire (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Crossfire
Rancor[1] (BR)
Cartaz do filme
 Estados Unidos
1947 •  pb •  86 min 
Direção Edward Dmytryk
Roteiro John Paxton
Elenco Robert Young
Robert Mitchum
Robert Ryan
Gloria Grahame
Paul Kelly
Sam Levene
Jacqueline White
Gênero Noir
Música Roy Webb
Distribuição RKO Radio Pictures
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Crossfire (Rancor BRA ) é um filme estadunidense de 1947, do gênero filme noir, dirigido por Edward Dmytryk e estrelado por Robert Young, Robert Mitchum e Robert Ryan.

A produção[editar | editar código-fonte]

Crossfire é baseado em The Brick Foxfole, o primeiro romance do também diretor e roteirista Richard Brooks. O livro trata do homossexualismo nas Forças Armadas. Este assunto, no entanto, ainda era tabu na Hollywood da época,[2][3] de forma que o roteiro foi mudado e o tema passou a ser o antissemitismo.

Este conteúdo explosivo, tratado pela primeira vez no cinema,[2] colocou o produtor Adrian Scott e o diretor Dmytryk na mira do Maccartismo. Chamados a testemunhar, acabaram por se tornar os dois primeiros nomes a fazer parte dos assim chamados Os Dez de Hollywood]].[3] Portanto, este foi o último filme da dupla para a RKO -- So Well Remembered, lançado em 1948, foi realizado antes.[2]

Crossfire gerou uma enorme controvérsia nos EUA e foi o lançamento mais lucrativo da RKO no ano: o filme recolheu aos cofres do estúdio a quantia de $1,270,000[necessário esclarecer], em valores da época.[2] Um grande triunfo para Dore Schary, em seu primeiro crédito como produtor executivo.

As qualidades do filme foram amplamente reconhecidas pela comunidade cinematográfica, na forma de uma enxurrada de indicações e premiações, tanto nos EUA quanto na Europa.

Para o crítico e historiador Ken Wlaschin, Crossfire é um dos dez melhores filmes tanto de Robert Mitchum quanto de Robert Ryan.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos, fim da Segunda Guerra, capitão de polícia investiga as causas do assassinato de um ex-combatente de origem judia.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Situação
Oscar Melhor Filme
Melhor Diretor
Melhor Ator Coadjuvante (Robert Ryan)
Melhor Atriz Coadjuvante (Gloria Grahame)
Melhor Roteiro Adaptado
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado
Indicado
BAFTA Awards Melhor Filme Indicado
Festival de Cannes Melhor Filme de Temática Social Vencedor
Edgar Allan Poe Awards Melhor Filme Vencedor
National Board of Review Top Ten Films Vencedor

Elenco[editar | editar código-fonte]

Jacqueline White em foto publicitária para o filme

Ver também[editar | editar código-fonte]

Literatura[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. EWALD FILHO, Rubens (1975). Os filmes de hoje na TV. São Paulo: Global Editora. p. 163-4 
  2. a b c d JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)
  3. a b COSTELLO, Michael. «Crossfire». AllMovie. Consultado em 29 de outubro de 2012. 
  4. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.