Cuculo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Representação de um cuculo.

Cuculo (do latim cucullus) era um tipo de capuz usado na Roma Antiga para se proteger da chuva e do vento. Seus usuários eram principalmente viajantes, pastores, lavradores, caçadores e, excepcionalmente, legionários em regiões frias como atesta a Coluna de Trajano. No interior das cidades ele também era utilizado por quem desejava sair sem ser reconhecido.[1][2]

Às vezes o capuz era um acessório separado e noutras ele era parte da pênula ou manto, a que se chamava de cuculado (cucullatus). Entre os escravos o uso do capuz ou capa só foi permitido por uma lei do Código de Teodósio.[1]

Referências

  1. a b SMITH, William; ANTHON, Charles. A Dictionary of Greek and Roman Antiquities. Londres: John Murray, 1890
  2. FRANCESE, Christopher. Ancient Rome in so many words. Hippocrene Books, 2007. p. 172-173.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SEBESTA, Judith Lynn; BONFANTE, Larissa. The world of Roman costume. University of Wisconsin Press, 2001. ISBN 0299138542
  • EDMONDSON, J. C.; KEITH, Alison. Roman dress and the fabrics of Roman culture. University of Toronto Press, 2008. ISBN 0802093191
  • BRADLEY, Carolyn G. Western World Costume: An Outline History. Courier Dover Publications, 2001. ISBN 048641986X
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.