Culto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Culto (desambiguação).
"Adoradores da Igreja da Vila" (1858), tela do pintor suíço Benjamin Vautier.

No contexto religioso litúrgico, um culto (do termo latino cultu) constitui um conjunto de atitudes e ritos pelos quais um grupo de fiéis adora ou venera uma divindade.[1]

No Catolicismo[editar | editar código-fonte]

No âmbito do catolicismo, tais cultos são comumente chamados de Missas. Há também os cultos de Dulia (referente aos santos) e o culto de Latria (a adoração, dada apenas a Deus.)

A polêmica entre culto e religião[editar | editar código-fonte]

No Brasil, a Justiça Federal emitiu, no ano de 2014, uma sentença na qual considera que os cultos afro-brasileiros não constituem religião e que suas manifestações religiosas não contêm os traços necessários que caracterizariam uma religião.[2]

Cultos e a lei do silêncio[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lei do silêncio

No Brasil, a relação entre cultos religiosos e a perturbação do sossego se dá frequentemente de maneira conflituosa, colocando em xeque, de um lado, os direitos de vizinhança previstos no Código Civil e, de outro lado, a liberdade pública do direito de fé e manifestação religiosa.[3]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Culto

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.