Cultura yoruba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Yoruba-bronze-head.jpg

Cultura
Música
Arte
Língua
Mitologia
Calendário
Pessoas

Cultura yoruba é a cultura da Yorubaland.

Nomeação personalizada[editar | editar código-fonte]

Os yorubas, levam a sério os nomes porque eles acreditam que, as pessoas vivem os significados de seus nomes. Como tal, os yorubas desenvolvem esforços consideráveis para nomear um bebê. Sua filosofia de nomeação é transmitida em um provérbio yoruba comum que diz: "ile ni a n wo, ki a to so omo l'oruko". Isso se traduz em Inglês como "one pays attention to the family before naming a child" e significa que deve-se considerar a tradição e a história de familiares de uma criança quando se escolhe um nome.

Algumas famílias têm tradições de longa data para nomeação de seus filhos. Esses costumes são muitas vezes provenientes de sua profissão ou religião. Por exemplo, uma família de caçadores pode nomear seu bebê "Ogunbunmi" (o deus do ferro dá-me este) para mostrar seu respeito ao Deus, que lhes dá ferramentas de metal para a caça. Enquanto isso, uma família que adora "Ifá" poderá nomear seu filho "Falola" (Ifá tem a honra).

Há outros costumes para nomear as crianças na Yorubaland. Aqui alguns exemplos retirados de The History of the Yorubas, de Samuel Johnson's.

Oruko Amutorunwa (Nome predestinado)[editar | editar código-fonte]

  • Amutorunwa (brought from heaven)
  • Oruko - nome
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

Religião[editar | editar código-fonte]

Escultura de cabeça em bronze Yoruba, da cidade de Ife, Nigéria c. Do século 12 A.D

O povo Yoruba é profundamente religioso, mas também são pragmáticos e tolerantes com as diferenças religiosas. Embora a grande maioria deles atualmente professam crenças cristãs ou muçulmanas, a fé tradicional de seus antepassados - centrado em torno de divindades que são conhecidos coletivamente como os Orixás - tornou-se mundialmente famosa como modelo prototípico de várias religiões afro-americanas e como a UNESCO reconheceu receptáculo de tudo, do Festival de Osun Oshogbo ao Ifá sistemas de adivinhação.


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Adeoye C.L. (1979) Àsà àti ise Yorùbá Oxford University Press Limited
  • J.A. Atanda (1980) An introduction to Yoruba History Ibadan University Press Limited
  • Adeomola Fasiku (1995) Igbajo and its People Printed by Writers Press Limited
  • G.O. Olusanya (1983) Studies in Yorùbá History and Culture Ibadan University Press Limited.
  • Rev. Samuel Johnson (1921) The History of the Yorubas A divisional of CSS Limited.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]