Cumulato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um cumulato de norite sulfídica de Montana.

Cumulato (do latim cumulus, "montão", "pilha") é a designação dada em geologia e geoquímica à acumulação de cristais num magma e, por extensão, à rocha resultante.[1] Quando ocorre uma segregação extrema entre cristais e magma podem gerar-se cumulatos constituídos por camadas de um único mineral (cumulatos monominerálicos).[1]


Notas

  1. a b mineral deposit - magmatic cumulates, Encyclopedia Britannica Academic Edition. Consultado el 29 de septiembre de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Blatt, Harvey and Robert J. Tracy, 1996, Petrology: Igneous, Sedimentary and Metamorphic, 2nd ed., pp. 123–132 & 194-197, Freeman, ISBN 0-7167-2438-3
  • Ballhaus, C.G. & Glikson, A.Y., 1995, Petrology of layered mafic-ultramafic intrusions of the Giles Complex, western Musgrave Block, central Australia. AGSO Journal, 16/1&2: 69-90.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.