Cunhagem (psicologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo processo mecânico de cunhagem, veja Cunhagem.
Patinhos seguindo a mãe

Cunhagem, Imprinting[1] ou Estampagem, em Psicologia, é uma resposta de comprotamento adquirida no início da vida, não reversível e normalmente provocada por uma certa situação ou estímulo que a desencadeia.[2] O conceito foi desenvolvido por Konrad Lorenz ao observar aves.[3]

A forma mais conhecida de cunhagem é a "cunhagem filial", em que um animal jovem adquire várias de suas características comportamentais de seu pai ou mãe. É mais óbvio em aves nidifugas (aquelas que deixam o ninho logo após a eclosão), que se cunham aos moldes de seus pais e, em seguida, os segue.[4]

Referências

  1. Cash, Adam (2010). Psicologia Para Leigos. Alta Books Editora. p. 76. ISBN 978-85-7608-437-2.
  2. Álvaro Cabral (1996). Dicionário técnico de psicologia. Editora Cultrix. p. 113. ISBN 978-85-316-0131-6.
  3. César Coll; Álvaro Marchesi; Jesús Palacios (2004). Desenvolvimento Psicológico e Educação - 2.ed.: Volume 1: Psicologia Evolutiva. p. 32. ISBN 978-85-363-0776-3.
  4. «How does animal imprinting work?». animalanswers.co.uk