CyanogenMod

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
CyanogenMod
Logótipo
Captura de tela
Captura de tela do CyanogenMod 13.
Produção Comunidade de código aberto do CyanogenMod
Linguagem C (núcleo), C++ (bibliotecas de terceiros), Java (UI)
Modelo Código aberto
Lançamento 1 de julho de 2009; há 7 anos
Versão estável 12.1 YOG7D / 17 de novembro de 2015; há 11 meses
Versão em teste 13.0 nightlies / 24 de novembro de 2015; há 11 meses
Núcleo Monolithic (Kernel Linux)
Interface Stock Android launcher (3.x, 4.x)
ADWLauncher (5.x, 6.x, 7.x)
Trebuchet Launcher (9.x, 10.x, 11, 12.x, 13)
Licença Apache License 2 e GNU GPL v2, com algumas bibliotecas proprietárias
Página oficial cyanogenmod.org
Estado de desenvolvimento
Ativo

CyanogenMod, geralmente abreviado como CM, um sistema operacional de código aberto para smartphones, baseado na plataforma móvel Android[1] . O projeto foi fundado por Steve Kondik, que estabeleceu a Cyanogen Inc. em 2013 a fim de desenvolvê-lo de forma mais abrangente.[carece de fontes?]

Baseado no sistema de código aberto Android (por sua vez construído no núcleo Linux, que permite customizações ilimitadas) com o objetivo de melhorar a performance e a segurança das ROMs distribuídas pelos fabricantes, como a Motorola, T-Mobile, HTC e outras. As ROMs modificadas são chamadas de Custom ROMs [2]

CyanogenMod prioriza um melhor desempenho e interface mais funcional, oferece uma variedade de funções e melhoramentos que não são normalmente encontrados em versões oficiais editadas pelas fabricantes em cima do Sistema da Google, tais como suporte nativo a temas.[3]

A maioria dos fabricantes é contra esse tipo de prática e qualquer tipo de garantia é perdida na alteração da ROM padrão do Sistema. [4] O processo de troca da ROM em si não é muito complicado, mas qualquer erro pode ser fatal.

Histórico de versões[editar | editar código-fonte]

Versão da CyanogenMod Versão do Android Ultima ou Principal Versão Lançamento da Build Recomendada Mudaças notáveis[90]
3 Android 1.5

(Cupcake)

3.6.8.1 1 de Julho de 2009[91] 3.6.8 em diante baseada no Android 1.5r3.
3.9.3 22 de Julho de 2009[92] 3.9.3 em diante tem suporte à FLAC.
4 Android 1.5/1.6

(Cupcake/Donut)

4.1.4 30 de Agosto de 2009[93] 4.1.4 em diante baseada no Android 1.6 (Donut); QuickOffice removido do 4.1.4 em diante; softwares proprietários do Google separados devido à cessar, mas foi desistido na 4.1.99 em diante.
4.2.15.1 24 de Outubro de 2009[94] 4.2.3 em diante tem suporte à vínculo USB; 4.2.6 em diante baseada no Android 1.6r2; 4.2.11 em diante adicionaram pinch zoom (movimento pinça) para o Navegador, movimento pinça e deslizar para a Galeria.
5 Android 2.0/2.1

(Eclair)

5.0.8 19 de Julho de 2010[21] Introduzido o ADW.Launcher como launcher padrão.
6 Android 2.2

(Froyo)

6.0.0 28 de Agosto de 2010[95] Introduzido duas câmeras e suporte à ad hoc Wi-FiJust-in-time (JIT) para obter mais desempenho.
6.1.3 6 de Dezembro de 2010[96] 6.1.0 em diante baseada no Android 2.2.1.
7 Android 2.3

(Gingerbread)

7.0.3 10 de Abril de 2011[29] 7.0.0 em diante baseada no Android 2.3.3.
7.1.0 10 de Outubro de 2011[97] Baseada no Android 2.3.7.[32]
7.2.0 16 de Junho de 2012[98] Novos dispositivos, traduções atualizadas, predictive phone dialer, ability to control haptic feedback in quiet hours, tela de bloqueio atualizada, animações de voltar do ICS, capacidade de confihurar o ícone de bateria da barra de status, e muitas correções de bugs.[32]
8 Android 3.x

(Honeycomb)

N/A N/A CyanogenMod 8 nunca foi lançada pois a Google nunca liberou os códigos fonte do Android 3.0 Honeycomb.
9 Android 4.0

(Ice Cream Sandwich)

9.1 29 de Agosto de 2012[37] Segurança avançada: desativado o root ativado como padrão.[99] Adicionado suporte para SimplyTapp.

Introduzido o próprio launcher da Cyanogen,Trebuchet.

10 Android 4.1

(Jelly Bean)

10.0.0 13 de Novembro de 2012[100] Modo de expansão de desktop. Embutido, um gerenciador de arquivos com acesso root.
Android 4.2

(Jelly Bean)

10.1.3 24 de Junho de 2013[101]
Android 4.3

(Jelly Bean)

10.2.1 31 de Janeiro de 2014[101] Telefone: Lista-Negra adicionada.
11 Android 4.4

(KitKat)

11.0 XNG3C 31 de Agosto de 2015[102] WhisperPush: Integração do protocolo de criptografia (nowSignal's) ponta-a-ponta como um recurso opcional. Capacidade de enviar mensagens instantâneas criptografadas para outros usuários da CM e Signal.[103][104] Essa habilidade foi interrompida em Fevereiro de 2016.[105]

CyanogenMod ThemeEngine: novo motor de temas poderoso que deixa o usuário aplicar e misturar temas personalizados que podem editar o arquivo de recursos.[106]

12 Android 5.0

(Lollipop)

12.0 YNG4N 1 de Setembro de 2015[102] LiveDisplay: ferramenta avançada de gerenciamento de exibição, com habilidades como mudar a cor, gama, saturação e calibração de temperatura.

Atualização no ThemeEngine: permite selecionar temas para pacotes separados (usado na CyanogenMod para barra de navegação e barra de status, no CyanogenOS para o AppThemer, que deixa você escolher um tema diferente à cada app).

Renovação da UI: todos os aplicativos foram atualizados com um tema no material design.

AudioFX e Eleven: dois novos aplicativos para áudio (AudioFX substituiu DSPManager e Eleven substituiu o Músicas).

Android 5.1

(Lollipop)

12.1 YOG7DAO 27 de Janeiro de 2016 CyanogenPlatform SDK: permite que aplicativos de terceiros possam adicionar APIs personalizadas para melhor interação com a CyanogenMod.
13 Android 6.0

(Marshmallow)

13.0 ZNH0E 15 de Março de 2016[2] Removido: Whisperpush (SMS Criptografados), configurações rápidas, troca de perfis de sistema no menu de energia, modo avançado, interruptor de escolha de chip manual (Multisim), etc.

Novas: Novos controles para ‘Ícones da barra de status’, Nova tela (AOSP), duplo-toque-para-acordar e modo silencioso substituído pelo AOSP, apps protegidos CM, suporte à impressão digital, maior capacidade de impedir o acesso, mas mantendo a usabilidade, notificações e serviços de aplicativos não prejudicados pelo status de proteção, novo aplicativo de SMS/MMS, Proteção à privacidade foi re-projetado para ser compatível com o novo ambiente, pack de apps da Cyanogen, etc.

Referências

  1. Globo Comunicação e Participações S.A. «CyanogenMod Tudo Sobre». Techtudo. Consultado em 26 February 2014. 
  2. Globo Comunicação e Participações S.A. «CyanogenMod: O que é e por que usá-la?». Techtudo. Consultado em 26 February 2014. 
  3. «Sobre o CyanogenMod». CyanogenMod. Consultado em 26 February 2014.  |website= e |publisher= redundantes (Ajuda)
  4. «Custom Roms - O que são». Techtudo. Consultado em 28 de agosto de 2015.  |website= e |publisher= redundantes (Ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.