Cybill Shepherd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cybill Shepherd
Nascimento 18 de fevereiro de 1950 (68 anos)
Memphis
Cidadania Estados Unidos
Filho(s) Clementine Ford
Alma mater Universidade do Sul da Califórnia
Ocupação cantor, ator, modelo
Página oficial
http://www.cybill.com/

Cybill Shepherd (Cybill Lynne Shepherd, Memphis, Tennessee, 18 de Fevereiro de 1950) é uma actriz, produtora e encenadora norte-americana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Casou com David Ford em 19 de Novembro de 1978 divorciou-se em 1982. Da união nasceu uma filha, Clementine Ford, em 1980.

Casou com Bruce Oppenheim em 1 de Março de 1987, divorciando-se em 1990. Da união nasceram os gémeos Ariel e Zachariah Oppenheim, em 6 de Outubro de 1987.

Nos anos 70 teve um romance com o cineasta e crítico Peter Bogdanovich, a quem conheceu nos sets de seu primeiro êxito como atriz, A Última Sessão de Cinema. Além deste, estrelou filmes como Daisy Miller e Amor, Eterno Amor, nos quais também foi dirigida por Bogdanovich. Mas talvez seu papel mais famoso no cinema seja o da relações-públicas Betsy, o etéreo e misterioso objeto da obsessão amorosa do taxista Travis Bickle (Robert De Niro) no clássico Taxi Driver (1976), de Martin Scorsese.

Na década de 80 concentrou maior atenção à televisão, revelando sua veia humorística ao protagonizar o seriado de comédia policial Moonlighting, um grande sucesso feito ao lado do ator Bruce Willis.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Actriz[editar | editar código-fonte]

Produtora[editar | editar código-fonte]

Encenadora[editar | editar código-fonte]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

  • 1986 Golden Globe: Melhor actriz em série de comédia (Moonlighting).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]