Cyrine Abdelnour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Cyrine Abdelnour
Nascimento 21 de fevereiro de 1977 (45 anos)
Abadiyeh, Lebanon
Cidadania Líbano
Estatura 1,73 m
Ocupação cantora, atriz, modelovoz
Religião cristão

Cyrine Abdelnour, também escrito Cyrine Abd Al-Nour (em árabe: سيرين عبدالنور; nascida em 21 de fevereiro de 1977), é uma cantora, atriz e modelo libanesa.

O seu primeiro álbum, Leila Min Layali, foi lançado em 2004. Em 2006 ela lançou o seu segundo álbum, Aleik Ayouni, com o single de estreia Law Bas Fe Aini (Se ele olha em meus olhos), tornando-se uma das mais populares canções do Líbano em 2006. Abdelnour tem também estrelou em filmes e em programas de tv árabes desde a década de 1990.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1992, Abdelnour começou sua carreira de modelo e posou para os designers de moda Feliciana Rossi, Zuhair Murad, Abed Mahfouz, Renato Balestra, Mireille Dagher e Thierry Mugler. Em 2002 Abdelnour foi agraciada com o título de "Modelo do Mundo" no Regency Palace Hotel, em Beirute.[1][2]

Em 1998, começou a atuar na Lebanese Broadcasting Corporation, tendo seus primeiros papéis de destaque nos filmes Smaa Kchaa (1998) e Sahat Sahteen (1999). Em 2003, estrelou na série árabe Dareb Khwet como Ebanati, vencendo em 2003 o prêmio Murex d'Or de melhor atriz libanesa para o papel. Ela desempenhou uma outra protagonista na série Mariana (1998). Em 2004, estrelou a série Ghariba, e, em 2007, a série da LBC, O Prisioneiro.[3] Em 2009–2010, estrelou "Sarah", uma outra série na MTV Lebanon.

Em 2008, ela estrelou no filme egípcio Ramadan Mabrouk Abul-Alamein Hamouda e no Fumo Sem Fogo[4] e, no ano seguinte, apareceu na série de tv egípcia Al Adham[5] e no filme Al Marouk (O Viajante), com Omar Sharif, que foi mostrado no 66º Festival de Cinema de Veneza.[6][7] Em 2012 Cyrine estrelou no série libanesa de "Ruby", e em 2013 estrelou em "Lobat El-Mot" (Jogo da Morte). Em 2004, ela lançou seu álbum de estréia, Leila min El Layali. Seu terceiro álbum de sua gravadora (Rotana) foi lançado em 2009, intitulado Layali El Hob (Noites de Amor).[8]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Abdelnour é casada com o empresário libanês Farid Rahme. Em 2011, ela deu à luz uma filha, Talia. Em 2018, nasceu seu segundo filho, Cristiano.[9] Abdelnour é cristã praticante.[10] Em 2015, depois de ser atacada por vários trolls na internet por comemorar a Páscoa naquele ano, ela defendeu suas crenças religiosas durante uma entrevista para a rádio Al Ghad.[10] Cyrine Abdelnour declarou aos apresentadores: "Sou cristã e não é que eu tenha surpreendido ninguém com esta notícia. É culpa nossa [artistas] por não falar publicamente sobre a nossa religião."[10] O assédio virtual que sofreu durante a Páscoa marcou a ocasião, na qual muitas outras celebridades árabes cristãs foram alvo de extremistas por celebrarem abertamente a Páscoa.[11]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filme
Ano Filme Função Notas
2008 Ramadan Mabrouk Abul-Alamein Hamouda
Fumo Sem Fogo (Beirute, cidade aberta)
2009 O Viajante
2015 souk tafahom
Televisão
Ano Título Função Notas
1998 Smaa Kchaa
1999 Sahha sahtein tleteh
2000 Ghadan Yawmon Akhar
2003 Ebnati (Minha Filha) Papel principal como Mona - Lana Trunculus de ouro para melhor atriz Libanesa
Dareb Khwet
Mariana
2004 Ghariba Principais funções Carla - Zaina Trunculus de ouro para melhor atriz Libanesa
2007 Sajina Papel principal Samar
Hawwa fi tarikh Shehrazad
2009 Al Adham Nadine
2010 Sarah Papel principal como Sarah Trunculus de ouro para melhor atriz Libanesa
2012 Ruby Papel principal como Ruby Trunculus de ouro para melhor atriz Libanesa
All set
Como principal função Samar
2013 Lo3bat EL Mot Como principal função Naya
2015 24 Qirat Como principal função Mira
2016 Cyrine Bila Hdood http://www.alaan.tv/programs/reality-and-game/83/bila-hudood
2017 Qanadil Al 'Ochaq Papel principal

Videografia[editar | editar código-fonte]

  • Leila Min El Layli (2004)
  • Sidfi Ana (2004)
  • Erga a Tani (2005)
  • Lei De Bas Fi Eini (2006)
  • Aalik Ayouni (2007)
  • Sajeena (2007)
  • Bilougha Alarabiya Elfousha (2008)
  • Elly Malakishi Fi (2008)
  • Onri Ma ak (2009)
  • Sarah (2010)
  • Ruby (2012)
  • Habaybi (2013)
  • Aadi (2015)
  • Bhebak Ya Mhazab (2016)

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Leila Min El Layli (2004)
  • Aalik Ayouni (2006)
  • Layali Al Hob (2008)
  • Habaybi (2013)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Model of the World 2002». Model of the World. Tourism World Organisation. 2002. Consultado em 8 de março de 2013 [ligação inativa]
  2. «Madonna to host Lebanon's Miss Model». Al Bawaba. 9 de dezembro de 2002. Consultado em 8 de março de 2013 
  3. «مسلسل "السجينة" مساء اليوم على Series "The Prisoner" this evening on LBC». Al Riyadh (em Arabic). 7 de julho de 2007. Consultado em 8 de março de 2013 
  4. Saad, Samar (31 de dezembro de 2009). «"عمري معاك" ... جديد سيرين عبدالنور I am with you ... New Cyrine Abdelnour». Al Rai Media (em Arabic). Cairo. Consultado em 8 de março de 2013 
  5. Hassan, Fatima (11 de maio de 2009). «سيرين عبدالنور... لبنانية في الدراما المصرية». Dar al hayat (em Arabic). Consultado em 8 de março de 2013 |local=Cairo}}
  6. وليد أبو السعود Walid Abu Saud (1 de abril de 2009). «سيرين عبد النور .. أنتظر المسافر لأقابل عمر الشريف Cyrine Abdel Nour .. I wait to meet traveler Omar Sharif». Shorouk News (em Arabic). Cairo. Consultado em 8 de março de 2013 
  7. «Sharif returns to big screen at Venice». The Age. 11 de setembro de 2009. Consultado em 8 de março de 2013 
  8. «"ليالي الحب" بصوت سيرين عبدالنور». Al Khaleej (em Arabic). Beirut. 11 de março de 2009. Consultado em 8 de março de 2013 
  9. «Cyrine Abdelnour shares first photo of her newborn Cristiano» 
  10. a b c https://www.albawaba.com/entertainment/cyrine-abdelnour-defends-her-christian-faith-776784
  11. https://www.albawaba.com/entertainment/arab-christian-celebrities-attacked-celebrating-easter-extremist-trolls-678230