Dímero D

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A determinação do dímero D no sangue auxilia no diagnóstico da trombose venosa profunda.

A dosagem do D-dímero pode ser feita na suspeita de trombose venosa profunda (TVP), que é a formação de coágulos nas veias profundas dos membros inferiores ou ainda, na suspeita de um tromboembolismo pulmonar (TEP), a principal complicação de uma TVP.O TEP é a obstrução de uma artéria da circulação pulmonar, por um coágulo que se deslocou de uma veia profunda e foi até a circulação dos pulmões. Os D-dímeros são fragmentos de proteína resultantes do processo de coagulação. Este exame exige jejum de pelo menos 4 horas e, seu valor de normalidade, costuma ser abaixo de 500ng/dl. Sua grande utilidade é seu valor preditivo negativo (quando seu valor é normal a possibilidade de uma TVP ou um TEP é pequena) . No entanto, a normalidade desse exame não afasta a ocorrência destas duas doenças. Além da TVP e do TEP, outras condições podem elevar o D-dímero: insuficiências cardíaca , renal ou hepática; pós-operatório de grandes ciriurgias, traumas extensos, uso de anticoagulantes e a presença tumores O dímero D resulta na alteração dos produtos de degradação da fibrina

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

[1]

Ícone de esboço Este artigo sobre doenças é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://www.ccardiograph.com.br/index.php/exames/80-d-dimero-exame-laboratorial