Dúvida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Dúvida (desambiguação).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A dúvida é uma condição psicológica ou sentimento caracterizado pela ausência de certeza, convicção quanto a uma ideia, fato, ação, asserção ou decisão.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Dúvida" é um deverbal de "duvidar".[1]

Método científico[editar | editar código-fonte]

O método científico pode ser descrito como motivado pela dúvida: é a dúvida que faz com que, em vez de aceitar teorias científicas já existentes e aceitas, proponham-se novas experiências para confirmar se as teorias tradicionais continuam válidas.

Filosofia[editar | editar código-fonte]

A dúvida sintetiza os dois primeiros passos da experiência filosófica: "estranhamento" e "questionamento". São três os passos para a experiência filosófica. Os dois citados acima, e o terceiro: a "busca pela resposta". Vale ressaltar que nem todo tipo de dúvida é filosófico.[2] Entretanto, toda dúvida é uma pergunta ou um questionamento das coisas ou de todas as coisas, assim sendo, a dúvida é necessária em todos os aspectos da vida, muitos dirão que não, mas é. Duvidar é sabatinar todas as coisas, sem medo, sem idolatrar livros e pessoas. [3]

Religião[editar | editar código-fonte]

Duvidar de que deuses ou divindades existam é a base do agnosticismo. Além disso, esse tipo de dúvida implica questionar também as escrituras religiosas, supostamente inspiradas pelas divindades. Nesse caso, a dúvida se reflete num desacreditar de um conjunto de crenças. Por esse motivo, em muitas religiões, a dúvida é explicitamente combatida, sendo esperada total credulidade sem nenhum grau de hesitação por parte do adepto. Disto, vem o entendimento do conceito de dogma, uma afirmação que jamais deve ser questionada ou colocada em dúvida.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Dúvida

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 614.
  2. Filosofar. Volume único. Saraiva. 2010.
  3. Sabatinar, Examinar, Considerar, Hesitar, Perguntar. Grande Dicionário Houaiss Da Língua Portuguesa. Editora Objetiva. 2009. Sabatinador.com.br

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia
Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.