DJ Jamaika

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
DJ Jamaika
Informação geral
Nascimento 16 de setembro de 1967 (48 anos)
Origem Brasília, DF
País Brasil Brasil
Gênero(s) Rap, rap gospel
Instrumento(s) Voz, turntable
Período em atividade 1992-atualmente
Gravadora(s) Discovery G1; independente
Afiliação(ões) Álibi
Câmbio Negro
Detrito Federal (grupo)

DJ Jamaika (Brasília, DF, 1967) é um cantor de rap brasileiro. Começou sua carreira, na cidade de Ceilândia, no Distrito Federal, e foi um dos pioneiros do movimento de rap do Distrito Federal. Juntamente com seu irmão, Kabala, liderou o grupo de rap Álibi, ao qual contava com o apoio de Rei, do Cirurgia Moral, onde muitos confundiam como integrante, de fato, do grupo Álibi.

Antes do grupo Álibi, Jamaika participou de outros grupos ao qual participou de concursos de rap de Brasília. Tendo como destaque profissional no aclamado grupo Câmbio Negro, autor de um dos clássicos do rap brasileiro, "Sub-Raça", no Câmbio, Jamaika era DJ e produtor, mas dividia os vocais e assinatura de algumas letras com X [écs], "cadáver ambulante" é uma delas, é um clássico. Na carreira solo, sua música mais conhecida é "Tô Só Observando", hit que fez Jamaika ter uma grande projeção nacional, o que chamou a atenção da grande indústria fonográfica. O rapper lançou seus discos pela gravadora Discovery, e Discovery G1 e Wea Brasil.

No início de 2002, Jamaika tornou-se evangélico e passou a compor no segmento do rap gospel. Apesar da mudança de estilo musical, o artista continuou com grande aceitação dos antigos fãs.[1]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios (desde abril de 2010).

Discografia[1] [editar | editar código-fonte]

Com Detrito Federal[editar | editar código-fonte]

  1. 1992: Não Vejo Nada

Com Câmbio Negro[editar | editar código-fonte]

  1. 1993: Sub-Raça

Com Álibi[editar | editar código-fonte]

  1. 1995: Abutre
  2. 1997: Pague Pra Entrar e Reze Pra Sair

Carreira independente[editar | editar código-fonte]

  1. 1998: Utopia
  2. 1999: De Rocha
  3. 2000: Pá Doido Pirá
  4. 2002: A Bola Da Vez
  5. 2005: Antídoto
  6. 2007: Álibi Para Morte
  7. 2008: Evangeloco
  8. 2012: Fé em Deus

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Ref
2007 Prêmio Hutúz Melhor produtor musical [2]

Referências