Da Vinci (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Da Vinci
Pedro Luís Neves e Iei-Or dos Da Vinci no Cabo Espichel
Informação geral
Origem Lisboa
País Portugal
Género(s) Pop rock
Período em atividade 1982–actualidade
Editora(s) Discossete
Universal Music
Movieplay Portuguesa
Integrantes Pedro Luís Neves
Iei-Or
Ex-integrantes João Heitor
Fernando António dos Santos
Ricardo Landum
Prémios 1º lugar no Festival RTP da Canção de 1989
Página oficial Site oficial

Os Da Vinci são uma banda musical portuguesa de pop rock da década de 1980, composta por Pedro Luís e Iei-Or. A banda participou no Festival Eurovisão da Canção de 1989 com a canção "Conquistador".[1]

História[editar | editar código-fonte]

Os Da Vinci formaram-se no ano de 1982. Nesse ano obtiveram grande sucesso com os singles "Lisboa Ano 10.000/Fantasmas" e "Hiroxima (Meu Amor)". Em 1983 lançaram o álbum Caminhando e o single "Xau Xau de Xangai". Seguem-se os discos "Anjo Anzul" (1984), "Momentos de Paixão" (1985) e "Prince of Xanadu" (1986).

Mudam para a editora Discossete e em 1988 é editado o álbum A Jóia no Lótus.

Em 1989 venceram o 25.º Festival RTP da Canção com "Conquistador". Receberam o prémio de interpretação e o prémio de popularidade da Casa da Imprensa Mensagem TV Europa. Representaram Portugal em Lausanne, Suíça, no Festival Eurovisão da Canção[2].

O grupo fez uma longa tournée por Portugal continental e ilhas, e pelas Comunidades Portuguesas no estrangeiro, lançando a sua carreira internacional em França, Suíça e África do Sul.

Em Maio de 1990, os Da Vinci foram galardoados com um Disco de Ouro e um Disco de Platina para o álbum Conquistador e para o respectivo single. Ainda em 1990 é lançado o álbum A Dança dos Planetas, que inclui os singles "Nasci em Portugal" e "Num Tapete Voador".

Em 1991 divulgaram o seu novo show ao vivo em Portugal e no Canadá, onde obtiveram grande êxito na passagem de ano 1991/1992, em Toronto.

Em 1993 lançaram o álbum Entre o Inferno e o Paraíso que incluía o sucesso "Tirem-me deste Filme".

Em 1995 é editado o álbum Oiçam que inclui um megamix de êxitos antigos, intitulado "Da Vinci Old Medley", e versões dos clássicos "Mudam-se Os Tempos, Mudam-se As Vontades" e "O Vento Mudou".

Quatro anos depois, em 1999, os Da Vinci lançaram o álbum Momentos de Paixão. Em 2003 regressaram aos palcos com o espectáculo "Nocturnas".

Participaram no programa televisivo "Diz que É uma Espécie de Réveillon", apresentado pelo grupo humorístico Gato Fedorento e transmitido em directo pela RTP na passagem de ano 2007/2008, cantando os temas "Hiroxima (Meu Amor)" e "Conquistador", acompanhados pela banda de ska portuguesa Banshee And Something Else We Can't Remember.[3]

O grupo é formado pelo casal Pedro Luís Neves (compositor, produtor, teclados e voz) e Iei-Or (pseudónimo da cantora de nome real Maria Manuela Neves; voz principal e letras). Ao longo do tempo passaram ainda outros nomes como João Heitor, Fernando António dos Santos e Ricardo Landum.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

  • Caminhando (1983) CD/LP/MC, PolyGram/Universal
  • A Jóia no Lótus (1988) LP/MC, Discossete
  • Conquistador (1989) CD/LP/MC, Discossete
  • A Dança dos Planetas (1990) CD/LP/MC, Discossete
  • Entre o Inferno e o Paraíso (1993) CD/LP/MC, PolyGram/Universal
  • Oiçam (1995) CD/MC, Movieplay
  • Momentos de Paixão (1999) CD/MC, CD7

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "Fantasmas"/"Lisboa Ano 10.000" (1982) Single, Polygram
  • "Hiroxima (Meu Amor)"/"1001 Noites" (1982) Single, Polygram
  • "Xau Xau de Xangai"/"Lágrimas de Prazer" (1983) Single, Polygram
  • "Anjo Anzul"/"Vivo na Selva" (1984) Maxi-Single, Polygram
  • "Momentos de Paixão"/"Shock Waves no Meu Vídeo" (1985) Single, Polygram
  • "Prince of Xanadu"/"Prince of Xanadu (instrumental)" (1986) Single, Polygram
  • "Baby (Foi Tudo por Amor)"/"Por Cima de Um Vulcão" (1989) Single, Discossete
  • "Conquistador"/"Love Conquistador" (1989) Single, Discossete

Compilações[editar | editar código-fonte]

  • Conquistador · Dança dos Planetas (1990) CD/LP, Discossete
  • O Melhor de 2: Trabalhadores do Comércio/Da Vinci (2001) Compilação, Universal

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Da Vinci

Referências

  1. «Biografia da banda Da Vinci». Rádio M80. Consultado em 3 de fevereiro de 2013 
  2. «Portugal – Participantes ao longo dos anos» (em inglês). Eurovision Song Contest. 2012. Consultado em 3 de fevereiro de 2013 
  3. «Da Vinci no programa televisivo "Diz que É uma Espécie de Révellion", apresentado pelos Gato Fedorento». RTP. 2008. Consultado em 3 de fevereiro de 2013 
Flag of Portugal.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical de Portugal, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.