Daewoo Espero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Março de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Daewoo Espero
Daewoo Espero vl silver.jpg
Visão Global
Nomes
alternativos
Daewoo Aranos
Produção 1990-1997
Fabricante Daewoo
Modelo
Carroceria Sedan
Ficha técnica
Motor 2.0L GM
Transmissão manual 5 marchas
Modelos relacionados Chevrolet Vectra
Hyundai Excel
Renault Twingo
Dimensões
Comprimento 461,5 cm
Entre-eixos 262 cm
Largura 171,8 cm
Altura 138,8 cm
Peso 1108 kg
Cronologia
Último
Último
Daewoo Leganza
Próximo
Próximo

Daewoo Espero é um sedã médio, produzido pela Sul Coreana Daewoo Motors de 1990 a 1997 e vendido no Brasil com motor 2.0, possui direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, toca-fitas e volante com regulagem de altura com motor 2.0 de 110 cavalos, o Daewoo Espero (pronuncia-se Daiú Éspero). Fabricado na Coréia do Sul, chegou ao Brasil em 1994 e já esteve entre os dez importados mais vendidos do país.

O Espero tem a mesma plataforma do primeiro Vectra e linhas desenhadas pelo estúdio Bertone. Embora a versão CD pareça ser o top de linha e a DLX a básica, não é verdade. Ambas têm quase os mesmos equipamentos, inclusive opcionais - rodas de liga leve, teto solar, freios ABS, câmbio automático e CD player. A diferença está mais no acabamento em geral. Dê uma olhada no pára-choque dianteiro. Se tiver a grade bipartida na parte inferior, trata-se da versão CD, que conta ainda com espelho e vidro elétrico traseiros.

Por ser barato demais, costuma ser vendido no esquema de cartazes presos ao vidro ou por indicação de um amigo. Uma solução é procurar em anúncios gratuitos de sites ou em jornais populares, que costumam ter uma farta oferta de modelos baratos.

E por possuir a mecanica idêntica a do vectra A,mudando apenas alguns detalhes,como as pastilhas dianteiras,possui bom desempenho na versão manual a automatica fica um pouco mais pesada ja que o cambio é meio manso,possui um bom consumo para o tamanho do motor e um design muito interessante tanto por fora quanto por dentro