Dan Gurney

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dan Gurney
GurneyDan1965.jpg
Dan Gurney em 1965
Informações pessoais
Nome completo Daniel Sexton Gurney
Nacionalidade norte-americano
Nascimento 13 de abril de 1931
Port Jefferson, New York
Morte 14 de janeiro de 2018 (86 anos)
Newport Beach
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1959-1968, 1970
Equipes 7 (Ferrari, BRM, Porsche, Autosport Team Wolfgang Seidel, Brabham, Eagle e McLaren)
GPs disputados 87 (86 largadas)
Títulos 0 {4º em 1961 e 1965}
Vitórias 4
Pódios 19
Pontos 133
Pole positions 3
Primeiro GP GP da França de 1959
Último GP GP da Grã-Bretanha de 1970
Registros na NASCAR Sprint Cup
Temporadas 1962-1980
Corridas 16
Títulos 0
Vitórias 5
Top 10 10
Pole positions 3
Primeira corrida 1962 Daytona 500 Qualifier #1 (Daytona)
Última corrida 1980 Riverside
Registros na Champ Car
Temporadas 1962-1970
Equipes Thompson, Lotus, Eagle
Corridas 9
Vitórias 0
Registros nas 24 Horas de Le Mans
Edições 1958-1967
Equipes North American Racing Team, Ferrari, Briggs S. Cunningham, Porsche System Engineering, Scuderia SSS Repubblica di Venezia, Shelby American Inc.
Vitórias em classe(s) 1° (1967)

Daniel Sexton Gurney[1], mais conhecido por Dan Gurney (Port Jefferson, 13 de abril de 1931 - Newport Beach[2],14 de janeiro de 2018)[3] foi um automobilista estadunidense e construtor e diretor de equipes.

Gurney também ganhou corridas na Indy Car, NASCAR, Can-Am e Trans-Am Series. Gurney foi o primeiro dos três pilotos que venceram corridas em carros esportivos (1958), Fórmula 1 (1962), NASCAR (1963) e IndyCar (1967)[4] - os outros dois sendo Mario Andretti e Juan Pablo Montoya.

Na Fórmula 1 inclusive venceu, no Grande Prêmio da Bélgica de 1967 em Spa-Francorchamps como construtor e piloto ao mesmo tempo, o conjunto da equipe era Eagle-Weslake e largou do 2º lugar.

Além disso, Gurney venceu as 24 Horas de Le Mans de 1967 com A.J. Foyt, ele espontaneamente pulverizou champanhe ao comemorar no pódio, além desta tradição, ele também foi o primeiro a colocar uma simples extensão de ângulo reto(ângulo de 90 graus) sobre a borda direita superior da asa traseira. Este dispositivo, chamado de Gurney flap (a nomenclatura em inglês), aumenta a pressão aerodinâmica e, se bem projetado, impõe apenas um aumento relativamente pequeno na aerodinâmica. No Grande Prêmio da Alemanha de 1968 (Fórmula 1) ele se tornou o primeiro piloto a usar um capacete cobrindo toda a face nas corridas de Grande Prêmio. [5]

Além disso, Gurney como dono de equipe entrou na história da tradição da Indianapolis Motor Speedway como vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 1975, vencido pelo piloto Bobby Unser, com Gurney como dono de equipe.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Embora ele nasceu em Port Jefferson, Nova Iorque, Gurney se mudou para Califórnia, quando era adolescente.

Sem contar com as 500 milhas de Indianápolis entre 1950 e 1960, é o segundo piloto americano com mais vitórias na Fórmula 1, com quatro, atrás de Mario Andretti e como o americano com mais pódios com 19. Ele foi o quarto e quinto na temporada de 1962 e sétimo na temporada de 1963, sexto em temporada de 1964, temporada de 1959 e temporada de 1961 e temporada de 1965 e oitavo em temporada de 1967.

Ele chegou a segunda nas 500 milhas de Indianápolis de 1968 e 1969 e o terceiro em 1970, sem ganhar qualquer uma de suas nove performances. No campeonato nacional na USAC ele alcançou sete vitórias e 16 pódios, resultando em quarto lugar no campeonato de 1969 e sétimo em 1968.

Ele também competiu em 16 corridas da NASCAR Cup Series, triunfando em cinco deles, todos, exceto uma, em Riverside.

Em corrida de carros de resistência, Gurney co-pilotou e venceu com A. J. Foyt não somente as 1967, como outras edições desta corrida de resistência, assim como 12 Horas de Sebring de 1959 ao lado de Chuck Daigh, bem como corridas de Can-Am e o Trans-Am. Em sua vitória nas 24 horas de Le Mans, Gurney iniciou a tradição que os vencedores tomam banho com champanhe sobre os pódios de automobilismo e outras disciplinas desportivas.

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(Legenda: Corridas em negrito indica pole position; corridas em itálico indica volta mais rápida)

Temporada Entrada Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Pts Pos
1970 Bruce McLaren Motor Racing McLaren M14A Ford Cosworth V8 HOL
Ret
FRA
GBR
Ret
1 24º
1968 Anglo American Racers Eagle T1G Weslake V12 AFS
Ret
MON
Ret
GBR
Ret
ALE
ITA
Ret
3 21º
McLaren M7A Ford Cosworth V8 CAN
Ret
EUA
MEX
Ret
Brabham Racing Organisation Brabham BT24 Repco V8 HOL
Ret
1967 Anglo American Racers Eagle T1F Weslake V12 AFS
Ret
13
Eagle T1G MON
Ret
HOL
Ret
BEL
FRA
Ret
GBR
Ret
ALE
Ret
CAN
ITA
Ret
EUA
Ret
MEX
Ret
1966 Anglo American Racers Eagle T1F Climax V8 BEL
Ret
FRA
GBR
Ret
HOL
Ret
ALE
MEX
4 12º
Eagle T1G Weslake V12 ITA
Ret
EUA
Ret
1965 Brabham Racing Organisation Brabham BT11 Climax V8 AFS
Ret
BEL
10º
FRA
Ret
GBR
HOL
ALE
ITA
EUA
MEX
25
1964 Brabham Racing Organisation Brabham BT7 Climax V8 MON
Ret
HOL
Ret
BEL
FRA
GBR
13º
ALE
10º
AUT
Ret
ITA
10º
EUA
Ret
MEX
19
1963 Brabham Racing Organisation Brabham BT7 Climax V8 MON
Ret
BEL
HOL
FRA
GBR
Ret
ALE
Ret
ITA
14º
EUA
Ret
MEX
AFS
19
1962 Porsche System Engineering Porsche 804 Porsche F8 HOL
Ret
MON
Ret
FRA
GBR
ALE
ITA
Ret
EUA
15
Autosport Team Wolfgang Seidel Lotus 24 BRM V8 BEL
DNS
1961 Porsche System Engineering Porsche 718 Porsche F4 MON
BEL
FRA
GBR
ALE
ITA
EUA
21
Porsche 787 HOL
10º
1960 Owen Racing Organisation BRM P48 BRM L4 MON
Ret
HOL
Ret
BEL
Ret
FRA
Ret
GBR
10º
POR
Ret
EUA
Ret
0 NC
1959 Scuderia Ferrari Ferrari 246 F1 Ferrari V6 FRA
Ret
ALE
POR
ITA
13

Estatísticas na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Temporada Equipe Chassi Motor Corridas Vitórias Segundos Terceiros Poles Voltas mais rápidas Pontos Posição
1959 Scuderia Ferrari Ferrari Dino 246F1 Ferrari 2.4 V6 4 1 1 13
1960 Owen Racing Organisation BRM P48 BRM 2.5 L4 7 NC
1961 Porsche System Engineering Porsche 718 Porsche 1.5 F4 6 2 21
Porsche 787 2 1
1962 Porsche System Engineering Porsche 804 Porsche 1.5 F8 7 1 1 1 15
1963 Brabham Racing Organisation Brabham BT7 Climax 1.5 V8 10 2 1 1 19
1964 Brabham Racing Organisation Brabham BT7 Climax 1.5 V8 10 2 2 2 19
1965 Brabham Racing Organisation Brabham BT11 Climax 1.5 V8 9 2 3 1 25
1966 Anglo American Racers Eagle Mk1 Climax 2.8 L4 6 4 12º
Weslake 3.0 V12 2
1967 Anglo American Racers Eagle Mk1 Climax 2.8 L4 1 13
Weslake 3.0 V12 10 1 1 2
1968 Anglo American Racers Eagle Mk1 Weslake 3.0 V12 5 3 21º
McLaren M7A Ford-Cosworth 3.0 V8 3
Brabham Racing Organisation Brabham BT24 Repco 3.0 V8 1
1970 Bruce McLaren Motor Racing McLaren M14A Ford-Cosworth 3.0 V8 3 1 24º
Total 86 4 8 7 3 6 133

Outros resultados[editar | editar código-fonte]

Vitórias da Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

500 Milhas de Indianápolis[editar | editar código-fonte]

Ano Chassi Motor Classificação Resultado
1962 Thompson Buick 20º
1963 Lotus Ford 12º
1964 Lotus Ford 17º
1965 Lotus Ford 26º
1966 Eagle Ford 19º 27º
1967 Eagle Ford 21º
1968 Eagle Ford 10º
1969 Eagle Ford 10º
1970 Eagle Offenhauser 11º

500 Milhas de Daytona[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Montadora Classificação Resultado
1962 Holman-Moody Ford 7 27
1963 11 5
1964 Wood Brothers Racing Ford 20 14

24 Horas de Le Mans[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Automóvel Co-piloto Posição Status
1958 Estados Unidos North American Racing Team Ferrari 250TR Estados Unidos Bruce Kessler DNF acidente
1959 Itália Scuderia Ferrari Ferrari 250TR59 França Jean Behra DNF
1960 Estados Unidos Briggs S. Cunningham Jaguar D-Type 2A Estados Unidos Walt Hansgen DNF cilindro superaquecido
1961 Alemanha Porsche System Engineering Porsche 718/4 RS Coupe Suécia Jo Bonnier DNF falha de motor
1962 Itália Scuderia SSS Repubblica di Venezia Ferrari 250TR / 61 Suécia Jo Bonnier DNF
1963 Estados Unidos North American Racing Team (NART) Ferrari 330LMB Estados Unidos Jim Hall DNF
1964 Estados Unidos Shelby American Inc. AC Shelby Cobra Daytona Coupé Estados Unidos Bob Bondurant Vitória na classe GT +3.0
1965 Estados Unidos Shelby American Inc. AC Shelby Cobra Daytona Coupe Estados Unidos Jerry Grant DNF Pressão de óleo
1966 Estados Unidos Shelby American Inc. Ford GT40 Mk.II Estados Unidos Jerry Grant DNF refrigerador
1967 Estados Unidos Shelby American Inc. Ford GT40 Mk.IV Estados Unidos A. J. Foyt Vitória global

12 Horas de Sebring[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe Automóvel Co-piloto Posição Status
1959 Itália Scuderia Ferrari Ferrari 250TR59 Estados Unidos Chuck Daigh Vitória global
1960 Estados Unidos Camoradi USA Maserati Tipo 61 Estados Unidos Stirling Moss DNF Transmissão de energia
1961 Alemanha Porsche Auto Porsche 718 RS/61 Suécia Joakim Bonnier DNF
1962 Alemanha Porsche System Engineering Porsche 356B Carrera Abarth GTL Estados Unidos Bob Holbert Vitória na classe
1963 Estados Unidos Shelby American Inc. Shelby Cobra Estados Unidos Phil Hill 28º
1964 Estados Unidos Shelby American Inc. Shelby Cobra Roadster Estados Unidos Bob Johnson DNF Acidente
1965 Estados Unidos All American Racers Inc. Lotus 19J Estados Unidos Jerry Grant DNF Óleo
1966 Estados Unidos Shelby American Inc. Ford GT40 Mk.II Estados Unidos Jerry Grant DSQ
1970 França Equipe Matra-Elf Matra-Simca MS650 França François Cevert 12º

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]