Daniel Bordignon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo(a) jogador de basquete brasileiro, veja Daniel Bordignon (basquetebolista).
Daniel Bordignon
27º Prefeito de Gravataí
Período 1º de janeiro de 1997
até 1º de janeiro de 2005
Vice-prefeito Miki Breier
Sérgio Stasinski
Antecessor(a) Edir Oliveira
Sucessor(a) Sérgio Stasinski
Deputado Estadual do Rio Grande do Sul
Período 1º de fevereiro de 2007
até a atualidade
Dados pessoais
Nascimento 21 de julho de 1959 (59 anos)
Nova Prata, Rio Grande do Sul
Cônjuge Rosane Massulo Bordignon
Partido PDT
Profissão Professor

Daniel Luiz Bordignon (Nova Prata, 21 de julho de 1959) é um político brasileiro. Por duas vezes consecutivas chefiou o executivo de Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre, entre 1997 e 2004.

Militante social e ecologista, foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT) e da Associação de Preservação da Natureza Vale do Gravataí (APN-VG).

Professor, é formado em História. Foi operário e metalúrgico, com trajetória de sindicalista de forte atuação no magistério e na formação nas comunidades eclesiais de base, nos anos 70.

Trajetória política[editar | editar código-fonte]

Prefeitura de Gravataí[editar | editar código-fonte]

Eleito vereador de Gravataí em 1988 e, no ano seguinte assumiu a presidência da Câmara Municipal. Concorreu a prefeito em 1982, 1992 e se elegeu a primeira vez em 1996, com 35.359 votos. Quatro anos depois, foi reeleito com quase o dobro de votos (66.587).

No último ano de seu mandato, 2004, é indicado pelo partido o vice-prefeito de Bordignon, Sérgio Luis Stasinski, para concorrer à prefeitura do município, em que foi eleito. À época, Stasinski ainda estava filiado ao PT.

Daniel concorreu novamente em 2008 para prefeito de Gravataí, porém, cinco dias antes do pleito, o Tribunal Superior Eleitoral impugnou sua candidatura, em razão de gastos considerados irregulares pelo Tribunal de Contas da União[1]. Rita Sanco (PT), que era candidata a vice de Bordignon, substituiu-o na corrida pelo Executivo municipal.

Assembleia Legislativa[editar | editar código-fonte]

Eleito deputado estadual, Bordignon foi líder do governo Lula e líder do PT de 2007 a 2008 e entre 2011 e 2012.

Criador da Frente Parlamentar em Defesa do Meio Ambiente, Bordignon também é o autor da PEC 230, a chamada “PEC do controle social da água”, em análise na Assembleia Legislativa, que só permite concessões ou privatizações dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário com autorização via plebiscito em cada município gaúcho.

Bordignon foi candidato ao terceiro mandato de deputado estadual mas não se elegeu.[2]

Em março de 2016, Bordignon deixou o Partido dos Trabalhadores (PT) e ingressou no Partido Democrático Trabalhista (PDT),[3] no fim do prazo legal para a filiação em novo partido antes das eleições municipais.

Referências

Precedido por
Edir Oliveira
Prefeito de Gravataí
1997 — 2004
Sucedido por
Sérgio Stasinski