Daniel Dantas (ator)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Daniel Dantas
Dantas na peça "Quem tem medo de Virginia Woolf", 2013
Nome completo Daniel Tunes Dantas
Nascimento 28 de junho de 1954 (64 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade Brasileira
Ocupação ator e diretor
Cônjuge Zezé Polessa (1979-1988)
IMDb: (inglês)
Disambig grey.svg Nota: Se procura o banqueiro brasileiro, veja Daniel Dantas (empresário).

Daniel Tunes Dantas (Rio de Janeiro, 28 de junho de 1954) é um ator brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no teatro, em 1975, como integrante do grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone, na peça "O Inspetor Geral", de Nicolai Gogol.

Nos anos 1980, integrou o grupo teatral Pessoal do Despertar.[1]

Entre as peças encenadas, destacam-se: "O Homem Sem Qualidades", de Robert Musil, com direção de Bia Lessa; "Noite de Reis", de William Shakespeare, com direção de Amir Haddad; "Coração Brasileiro", com direção de Flávio Marinho, "Tio Vânia", de Anton Tchekov, direção de Aderbal Freire Filho; "Você Nunca Amou Alguém Tanto Assim", dirigida por Mauro Mendonça Filho; e "Macbeth" de William Shakespeare, com direção de Aderbal Freire Filho.[2]

Em 1991, recebeu o Prêmio Molière de Melhor Ator pela atuação na peça teatral "Baile de Máscaras".

Na televisão, começou atuando na telenovela "Chega Mais", em 1980, da Rede Globo.

Já fez o mesmo personagem do ator Cássio Gabus Mendes na novela "Um Anjo Caiu do Céu". Na televisão trabalha constantemente com o autor Gilberto Braga e com o diretor Dennis Carvalho.

Em 2016, Daniel Dantas estava em cartaz no teatro com a peça O Amor no Divã, junto com Fernanda Paes Leme.[3]

Em 2017, Daniel Dantas é escalado para “Malhação – Vidas Brasileiras”.[4]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Daniel é filho do também ator Nelson Dantas e foi casado com a atriz Zezé Polessa com quem tem um filho chamado João Dantas. Em 19 de março de 2006, Nelson Dantas faleceu vítima de parada cardiorrespiratória.[5]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2018 Malhação: Vidas Brasileiras Jairo
2017 Pega Pega Guilherme Silveira (Juiz Guilherme)
Novo Mundo Padre Olinto
2015 Mister Brau Dr. Antônio Carlos Menezes[6]
2014 Boogie Oogie Elísio Miranda Romão[7]
2013 Sangue Bom Gilson Rabello[8]
2012 Cheias de Charme Sidney Monteiro
2011 O Astro Eustáquio Novaes (Inspetor Eustáquio)
Aline José da Silva Cândido ()
2009 Som & Fúria Henrique Amado
Aline José da Silva Cândido ()
2008 Ciranda de Pedra Natércio Toledo Silva Prado
2007 Paraíso Tropical Heitor Schneider
2006 JK Raul Guedes (Dr. Raul)
2005 Mandrake Bruno Machado (Baby Machado)
Hoje É Dia de Maria Personagem Desconhecido
Cidade dos Homens Ele Mesmo
2004 Os Aspones Rogério Agripino Magalhães Neto
Começar de Novo Wagner Aguiar Leme
2003 Celebridade Ademar Sampaio
2002 Sabor da Paixão Edgar Reis
2001 Um Anjo Caiu do Céu Selmo de Windsor (Zeca de Santa Teresa - Telmo Martins)
1999 Força de um Desejo Bartolomeu Xavier
1998 Labirinto Urbano Fonseca (Inspetor Urbano)
1997 Anjo Mau Tadeu Fachini
1995 Malhação Marcos Ferreira da Silva
Explode Coração Tadeu Carvalho Arantes
1994 Quatro por Quatro Celso Herrera Franco
74.5 - Uma Onda no Ar Carlos Eduardo da Silva (Dudu)
1993 Mulheres de Areia Breno Soares de Azevedo
1992 As Noivas de Copacabana Justino Moraes
1991 O Dono do Mundo Júlio Dumont
1990 A, E, I, O... Urca Nelson Camargo Alencar
Brasileiras e Brasileiros Orlando Costa
1988 Olho por Olho Lucas Macall
1987 Mandala Otávio Mendes Jordão
1986 Sinhá Moça Ricardo Garcia Fontes
1985 O Tempo e o Vento Bolívar Terra Camabará
Tenda dos Milagres Astério dos Santos
1984 Rabo de Saia Luís Augusto da Silva (Compadre Lula)
1982 Quem Ama não Mata Francisco Guedes (Chico)
1981 O Amor É Nosso Ivo Pereira Talarico
1980 Chega Mais Tadeu Maia (Tatá)

Filmes[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]