Daniel Kahneman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Daniel Kahneman Medalha Nobel
Psicologia
Nacionalidade Israel Israelense /
Estados Unidos Estadunidense
Nascimento 5 de março de 1934 (82 anos)
Local Tel Aviv
Atividade
Campo(s) Psicologia
Orientador(es) Susan Moore Ervin-Tripp
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Economia (2002)

Daniel Kahneman (Tel Aviv, 5 de março de 1934) é um teórico da finança comportamental (behavioural), a qual combina a economia com a ciência cognitiva para explicar o comportamento aparentemente irracional da gestão do risco pelos seres humanos.

É conhecido por sua colaboração com Amos Tversky e outros, estabelecendo uma base cognitiva para os erros humanos comuns, usando a heurística e desenvolvendo a "prospect theory".

Kahneman viveu sua infância em Paris, França e regressou para a Palestina em 1946. Obteve licenciatura (B.Sc.) em matemática e psicologia na Universidade Hebraica de Jerusalém em 1954, após o qual serviu nas forças de defesa israelitas, principalmente no seu departamento de psicologia. Em 1958 foi para os Estados Unidos, obtendo um doutorado em psicologia pela Universidade da Califórnia em Berkeley em 1961.

Atualmente é professor da Universidade de Princeton e um membro (fellow) da Universidade Hebraica. Foi laureado em 2002 com o Prémio do Banco da Suécia em Ciências Económicas em memória de Alfred Nobel (designado por vezes como o Prémio Nobel da Economia), apesar de ser um psicólogo e não um economista. De facto, Kahneman nunca fez qualquer cadeira em economia, afirmando que aquilo que sabe sobre o assunto foi o que ele e Tversky aprenderam com colaboradores como Richard Thaler e Jack Knetsch.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
George Arthur Akerlof, Michael Spence e Joseph Stiglitz
Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel
2002
com Vernon Smith
Sucedido por
Robert Engle e Clive Granger