Dante Caputo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção se refere ou tem relação com alguém que morreu recentemente.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (Editado pela última vez em 21 de junho de 2018.)
Twemoji 1f464.svg
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dante Caputo
O Ministro dos Negócios Estrangeiros Caputo assina o Tratado de Paz e Amizade em 1984
Ministro(a) de Relações Exteriores
Período 1983 a 1989
Antecessor(a) Juan Ramón Aguirre Lanari
Sucessor(a) Susana Ruiz Cerutti
Dados pessoais
Nascimento 25 de novembro de 1943
Buenos Aires
Morte 20 de junho de 2018 (74 anos)
Buenos Aires
Nacionalidade argentino

Dante Mario Antonio Caputo (Buenos Aires, 25 de novembro de 1943 - Buenos Aires, 20 de junho de 2018) foi um politólogo e político argentino, que ocupou a Chancelaria durante todo o governo de Raúl Alfonsín (1983-1989)destacando-se no campo político, diplomático e acadêmico nacional e internacional.

Filho de imigrantes italianos provenientes de Viggianello, na região da Basilicata, graduou-se em Ciência Política na Universidad del Salvador, em Buenos Aires, no ano de 1966. Em 1967 concluiu sua pós-graduação em Relações Internacionais na Fletcher School of Law and Diplomacy em Boston. Em 1972 obteve o doutorado em sociologia política na Universidade de Paris, com a tese "Estado y alianzas políticas en Argentina 1930-1958", defendida diante de uma banca integrada por Alain Touraine e Celso Furtado.

Entre junho de 2001 e setembro de 2004 dirigiu o Projeto Regional sobre Desenvolvimeno Democrático na América Latina do PNUD.

No segundo semestre de 2005, foi enviado especial da OEA na Nicarágua para resolver a crise política que ameaçava a democracia no país, conseguindo restablecer o diálogo entre o governo, os liberais e os sandinistas, visando as eleições presidenciais do ano seguinte.

De 2006 a 2009, foi Secretário Executivo para Assuntos Políticos da OEA.

Foi também membro do Conselho Diretor da Assembléia Permanente para os Direitos Humanos da Argentina.

Morreu em 20 de junho de 2018, aos 74 anos, em Buenos Aires.[1]

Referências

  1. «Murió el ex canciller Dante Caputo». Infobae (em espanhol). Consultado em 21 de junho de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.