Dario Hübner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dario Hübner
Informações pessoais
Nome completo Dario Hübner
Data de nasc. 28 de abril de 1967 (50 anos)
Local de nasc. Muggia,  Itália
Altura 1,84 m
Apelido Il Bisonte
Informações profissionais
Equipa atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes de juventude
1985–1987 Itália Muggesana
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1987–1988
1988–1989
1989–1992
1992–1997
1997–2001
2001–2003
2003
2003–2004
2004–2005
2005
2005–2006
2006–2009
2009–2010
2010–2011
Itália Pievigina
Itália Pergocrema
Itália Fano
Itália Cesena
Itália Brescia
Itália Piacenza
Itália Ancona
Itália Perugia
Itália Mantova
Itália Chiari
Itália Rodengo Saiano
Itália Orsa Corte Franca
Itália Castel Mella
Itália Cavenago
25 (10)
30 (11)
88 (25)
166 (74)
129 (75)
60 (38)
9 (4)
13 (3)
23 (22)
7 (9)
18 (9)
64 (58)
14 (16)
6 (2)
Times/Equipas que treinou
2013–2014
2014
Itália Royale Fiore
Itália Atletico Montichiari

Dario Hübner (Muggia, 28 de abril de 1967) é um ex-futebolista e treinador de futebol italiano que atuava como atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dario Hübner começou sua na Pievigina, em 1987, Destacou-se jogando por Cesena, Brescia e Piacenza, onde foi o artilheiro da Serie A 2001-02[1], aos 35 anos, sendo o jogador mais velho a conquistar a honraria - marca que foi batida na temporada 2014-15, quando Luca Toni, aos 38 anos, foi o artilheiro da competição juntamente com o argentino Mauro Icardi.

Encerrou a carreira profissional em 2005, jogando pelo Mantova. Porém, Il Bisonte (como era conhecido) continuou atuando em divisões inferiores da Itália, chegando inclusive a atuar em campeonatos regionais, e mesmo com idade avançada, manteve seu faro artilheiro ao balançar as redes adversárias 94 vezes. Abandonou definitivamente os gramados em 2011, aos 44 anos, jogando pelo Cavenago. Durante sua carreira, Hübner receberia 36 cartões amarelos e 10 vermelhos.

Em 2013, fez sua estreia como técnico, exercendo o cargo no Royale Fiore. Em junho de 2014, assume o comando técnico do Atletico Montichiari, da Série D italiana. Porém, o ex-atacante permaneceu pouco tempo na função.

Referências

  1. «Perfil na Transfermarkt». Consultado em 13 de fevereiro de 2016