Dark Moor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra n° 6 da eliminação rápida.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Dark Moor
Informação geral
Origem Madri
País Flag of Spain.svg Espanha
Gênero(s) Metal neoclássico, metal sinfônico, power metal, metal progressivo
Período em atividade 1993 - actualmente
Gravadora(s) Arise, Scarlet Records
Afiliação(ões) Beto Vázquez Infinity, Dreamaker, Inntrance
Integrantes Alfred Romero
Enrik Garcia
Dani Fernandez
Roberto Cappa
Ex-integrantes Javier Rubio
Roberto Peña
Elisa C. Martin
Albert Maroto
Anan Kaddouri
Jorge Sáez
Jose Garrido
Andy C.
Ricardo Moreno
Mario Garcia
Página oficial dark-moor.com

Dark Moor é uma banda espanhola de heavy metal formada em Madri no ano de 1993 pelos guitarristas Enrik García e Javier Rubio, e após algumas idas e vindas e a gravação de uma série de demos, a formação do grupo estabiliza com Elisa Martín, Albert Maroto, Enrik García, Anan Kaddouri e Jorge Saez. A banda decide então adicionar um teclista, cargo que passa a ser ocupado por Roberto Peña. Esse line-up grava o disco de estreia Shadowland, que obteve um sucesso inesperado e de cara angariou fãs do mundo todo. O sucesso foi coroado com uma bem-sucedida turnê pela Espanha junto com o Demons and Wizards.

Em Agosto de 2000, o Dark Moor solidifica a sua reputação no cenário com o lançamento de The Hall of the Olden Dreams, que repercutiu de maneira ainda mais forte que o anterior, rendo convites para apresentações em festivais como Viña Rock e Mijas Rock, além da participação no tributo ao Helloween The Keepers of Jericho com a faixa "Halloween".

O ano de 2001 viu o lançamento de The Gates of Oblivion, outro passo firme na escalada de sucesso do grupo, confirmada através do lançamento em diversos países e da entrada no mercado asiático através de contrato com a gigante JVC Victor. Shows destruidores em eventos como Rock Machina, Viña Rock e Metal Christmas conquistam ainda mais fãs pela Europa.

Ao final da turnê, a formação do Dark Moor passa por grandes mudanças, inclusive no vocal, com a entrada de Alfred Romero. Com gás redobrado, o grupo lança os discos Dark Moor (2003) e Beyond the Sea (2005), que mostram uma banda ainda mais técnica e coesa. Para variar, os dois trabalhos receberam elogios tanto na terra natal dos músicos como em países como Brasil, Japão, Itália e Alemanha.

O início de 2007 marcou o lançamento do melhor trabalho do Dark Moor até então: Tarot. Lançado pela Scarlet Records, Tarot marca a fase mais entrosada do Dark Moor. Após tantos anos de espera, o mês de julho irá marcar a primeira visita ao Brasil, um dos países que reúne o maior número de fãs da banda.

Membros[editar | editar código-fonte]

Formação atual
Ex-membros
  • Javier Rubio (1993-1998) - guitarra
  • Iván Urbistondo (1996-1999) - vocal
  • Roberto Peña (1994–2002) - teclados
  • Elisa C. Martin (1999–2003) - vocal
  • Albert Maroto (1999–2003) - guitarra
  • Anan Kaddouri (1998–2004) - baixo
  • Jorge Sáez - (1998–2003) - bateria
  • Jose Garrido (2003–2004) - guitarra
  • Jamie Mylles (2004-2006) - guitarra
  • Andy C. (2003–2006) - bateria/teclados
  • Mario Garcia (2008–2015) - baixo
  • Ricardo Moreno (2015) - baixo

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

A banda também participou do álbum The Keepers of Jericho, de tributo à banda alemã de power metal Helloween.

EPs
  • The Fall of Melnibone (2001)
  • Between Light and Darkness (2003)
Singles
  • "From Hell" (2003)
  • "Before The Duel" (2005)
  • "The Chariot" (2007)
  • "Wheel Of Fortune" (2007)
  • "On The Hill Of Dreams" (2009)
  • "Love From The Stone" (2010)
  • "The Road Again" (2013)
  • "Imperial Earth" (2015)
  • "Gabriel" (2015)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.