Dark Woman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

An'ya Kuro, mais conhecida como Dark Woman, é uma personagem da série Star Wars.

Dark Woman foi uma jedi que serviu nos anos finais da republica galática. Era uma jedi misteriosa e com alguns segredos, seus métodos de treinamentos à padawans era considerados ultrapassados, e os resultados no fim eram um pouco desastrosos.

Depois da perda de seu Padawan Aurra Canta, entrou em um exílio, e tempos depois voltou se reunir aos jedis no templo de Coruscant. Durante as guerras clônicas, Kuro escolheu servir à república como um espiã. Kuro começou a viajar a galáxia a procura de crianças sensíveis da força. E sua grande descoberta foi a de Ki-Adi-Mundi em Cerea. Em Coruscant, Kuro convenceu o conselho de Jedi a permitir que o Ki-Adi-Mundi fosse treinado apesar de ser considerado mais velho do que a maioria dos younglings aceitados. Como ele era muito velho para ser treinado, o conselho de Jedi escolheu atribuir Ki-Adi-Mundi a Yoda como mestre para seu treinamento de jedi, a fim de que um relacionamento emocional se tornasse algo perigoso entre Kuro e o jovem cereano. Logo depois de escapar da Ordem 66, Kuro infiltrou-se em uma base imperial a fim de atacar Darth Vader, porem o mesmo conseguiu aprisioná-la, e quando Darth Vader foi desferir um golpe com seu sabre de luz, An'ya Kuro simplesmente desapareceu na luz da força.