Darla K. Anderson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Darla K. Anderson é uma produtora de filmes da Pixar.[1]

Informações Pessoais[editar | editar código-fonte]

Darla Kay Anderson nasceu em Glendale, Califórnia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ela produziu o filme Toy Story 3 ,[2][3] que foi nomeado ao Oscar de Melhor Filme e venceu o Oscar de Melhor Filme de Animação na cerimônia de 2011. Anteriormente, Anderson já havia vencido o prêmio Golden Satellite por A Bug's Life, um prêmio BAFTA por A Bug's Life e Monsters, Inc. e um Producers Guild Award (prêmio dedicado aos produtores de cinema) por Cars. Ela foi listada pela edição de 2008 do Guinness Book of World Records como a produtora com a melhor média de bilheterias, faturando $221 milhões de dólares por filme. [4] e em 2011 o Wall Street Journal informou que a soma das bilheterias dos quatro filmes que ela produziu somavam $2 bilhões de dólares.[5]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Anderson é casada com Kori Rae, também funcionária da Pixar e produtora de Monsters University.[6]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Officers, Board Members & Staff – Producers Guild of America». Producersguild.org. Consultado em 1 de dezembro de 2017 
  2. Ryzik, Melena (10 de fevereiro de 2011). «THE CARPETBAGGER; Animation Advocacy, Pixar Style». The New York Times. Consultado em 1 de março de 2011 
  3. «Most Powerful Women of the 2011 Academy Awards». Forbes. 25 de fevereiro de 2011. Consultado em 1 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 11 de julho de 2011 
  4. 2008 Guinness Book of World Records. [S.l.]: Bantam Dell. 2007. p. 311 
  5. Kung, Michelle (5 de novembro de 2011). «Pixar Producer Darla K. Anderson on 'Toy Story 3'». Wall Street Journal. Consultado em 1 de dezembro de 2017 
  6. Hartlaub, Peter (28 de junho de 2013). «'The classic lesbian love story': Pixar 'Monsters' producers in love». SFGate. Consultado em 1 de dezembro de 2017 
  7. a b c «Darla K. Anderson > Filmography». Consultado em 1 de dezembro de 2017 
  8. Nichols, Peter M. (3 de fevereiro de 2004). The New York Times guide to the best 1,000 movies ever made. [S.l.]: St. Martin's Griffin. pp. 658–. ISBN 978-0-312-32611-1. Consultado em 1 de dezembro de 2017 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]